Rio Grande do Sul tem queda brusca de temperaturas e alerta sobre possível formação de ciclone extratropical

Em meio a eventos climáticos, autoridades gaúchas continuam a alertar para o risco de novas enchentes

Publicado por
14:52 - 13/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Rio Grande do Sul tem queda brusca de temperaturas e alerta sobre possível formação de ciclone extratropical. (Foto: Reuters / Adriano Machado)

Rio Grande do Sul tem queda brusca de temperaturas e alerta sobre possível formação de ciclone extratropical. (Foto: Reuters / Adriano Machado)

Uma nova frente fria está prevista para atravessar o Rio Grande do Sul nesta segunda-feira (13), potencialmente gerando um ciclone extratropical próximo à costa da região. A combinação desses eventos climáticos pode resultar em ventos mais intensos, alertam especialistas.

A informação sobre o possível ciclone extratropical foi divulgada em uma nota técnica conjunta do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Além disso, nos próximos dias, uma massa de ar frio e seco se somará à frente fria, ocasionando uma queda acentuada na temperatura e a possibilidade de chuvas ao longo da semana. O alerta laranja do Inmet abrange 100% do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, assim como partes do Paraná e do Mato Grosso.

No Rio Grande do Sul, as temperaturas mais baixas oscilarão entre 0°C e 5°C no centro-sul e na Serra Gaúcha. Porto Alegre, capital do estado, verá temperaturas variando entre 10°C e 16°C na terça-feira (14), com poucas nuvens previstas.

Para quarta-feira (15), espera-se que a nova massa de ar frio torne o dia o mais gelado do ano no Rio Grande do Sul, com previsão de geada em várias regiões, incluindo a Campanha, o Planalto e a Serra.

Enquanto o frio se intensifica, as chuvas e a nebulosidade devem diminuir nesta segunda-feira no Rio Grande do Sul, com exceção de algumas regiões que ainda podem experimentar chuvas fortes, como o planalto gaúcho e o litoral norte. A previsão é de retorno das chuvas na quinta-feira (16).

Além disso, ventos costeiros são esperados, com possibilidade de alcançar até 90 km/h em algumas áreas, alertando para o perigo de ressacas no litoral gaúcho. O aviso amarelo do Inmet permanece em vigor até terça-feira (14), com potencial para movimentação de dunas sobre construções na orla e dificuldades no escoamento das águas, podendo causar alagamentos.

Em meio a eventos climáticos, autoridades gaúchas continuam a alertar para o risco de novas enchentes, particularmente na região metropolitana de Porto Alegre, destacando a importância de precauções adicionais por parte da população.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp