Senadores gaúchos não votaram em sessão que definiu aumento de salários no STF

Os três senadores da bancada gaúcha não estavam na sessão que definiu o reajuste de 16,38% nos salários dos ministros…

Publicado por
10:22 - 08/11/2018

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Os três senadores da bancada gaúcha não estavam na sessão que definiu o reajuste de 16,38% nos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal. A votação ocorreu na noite da quarta-feira (7) e teve 41 votos favoráveis contra apenas 16 contrários.

Em suas redes sociais, antes da votação, Ana Amélia Lemos (Progressistas), Lasier Martins (PSD) e Paulo Paim (PT) demonstraram contrariedade em relação ao aumento. Nenhum deles estava presente na sessão que selou o aumento.

Justificativas

A senadora Ana Amélia Lemos disse que teve um dia difícil, com outras agendas, e que o seu chefe de gabinete, Marco Aurélio Ferreira, teve um mal súbito e precisou ser internado. Lasier Martins (PSD) disse que não votou porque estava no Rio Grande do Sul para uma audiência em um processo que move contra o deputado Dionilso Marcon (PT). Paulo Paim (PT) afirmou que havia recebido garantias de que o projeto não seria votado e estava voando para o RS.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp