Com honras militares, corpo do Sargento Fabiano Oliveira foi velado nesta quinta em Caxias do Sul

Cerimônia de despedida ocorreu nas Capelas Cristo Redentor, seguida de cortejo que reuniu Brigada Militar, Polícia Civil, Polícia Federal e Polícia Penal até o Memorial Crematório São José

Publicado por
20:10 - 20/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Sargento Fabiano Oliveira

Foto: Cristiano Gauer / Grupo RSCOM

A morte do 2º Sargento Fabiano Oliveira, no confronto com bandidos na noite de ontem (19), no assalto a um carro-forte no Aeroporto Hugo Cantergiani, em Caxias do Sul, causou grande comoção à corporação. A cerimônia de despedida ocorreu nesta quinta-feira (20), após velório nas Capelas Cristo Redentor.

No local, muitos colegas de Oliveira demonstraram forte emoção ao se despedirem do sargento. A família – Oliveira deixa esposa e dois filhos, de 20 e 15 anos – também muito emocionada, esteve presente e recebeu apoio de amigos e colegas de Fabiano.

Por volta das 18h, na área externa, teve início a cerimônia com honras militares e, após, o caixão com o corpo do sargento foi levado até o Memorial São José para cremação, transportado no caminhão dos Bombeiros. O cortejo contou com cerca de 50 viaturas da Brigada Militar, Polícia Civil, Polícia Federal e Polícia Penal.

Com ingresso na BM em 1° de dezembro de 1997, o 2º sargento Fabiano Oliveira atuava na Força Tática do 12º BPM. O comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Ricardo Moreira de Vargas, define o colega como um ‘policial raiz’. “Enquanto todas as pessoas estão correndo da linha de perigo, a BM está indo para o perigo, e o Fabiano era um policial de linha de frente. É um dia imensamente triste para a Brigada Militar“.

O governo do Estado, a Prefeitura e a Brigada Militar de Caxias do Sul emitiram notas lamentando a morte do policial militar.

 

 

 

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp