Sabatina das indicações ao STF e à PGR ocorre até 15 de dezembro, diz Pacheco

Senador afirmou que os parlamentares precisarão de um ‘esforço concentrado’ para dar encaminhamento às sabatinas

Publicado por
15:23 - 27/11/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Sabatina das indicações ao STF e à PGR ocorre até 15 de dezembro, diz Pacheco. (Roque de Sá/Agência Senado)

Sabatina das indicações ao STF e à PGR ocorre até 15 de dezembro, diz Pacheco. (Roque de Sá/Agência Senado)

Na segunda-feira (27),  o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, anunciou em uma coletiva de imprensa que a semana entre 12 e 15 de dezembro será dedicada à sabatina dos indicados para o Supremo Tribunal Federal (STF) e a Procuradoria-Geral da República (PGR).

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou as especulações ao fazer suas indicações nesse dia. Para a vaga de Rosa Weber no STF, Lula escolheu o atual ministro da Justiça, Flávio Dino, enquanto o cargo de procurador-geral da República será ocupado pelo atual vice-procurador-geral eleitoral, Paulo Gonet.

Rodrigo Pacheco destacou a expectativa de um “esforço concentrado” por parte dos parlamentares, não apenas para as sabatinas, mas também para outros projetos em tramitação na Casa. Após as sabatinas conduzidas pelas comissões, o Senado seguirá com a pauta prevista para a primeira quinzena de dezembro.

Pacheco revelou ter conversado anteriormente com o presidente Lula, negando que tenha ocorrido algum pedido do chefe do Executivo para acelerar o processo. Ele afirmou: “[Vamos] fazer a apreciação de todas essas autoridades até o final do ano.”

Lula ainda tem a responsabilidade de indicar nomes para as vagas abertas no Banco Central, no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e para embaixadas, completando esse processo até o final do ano.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp