Experiência educativa ‘Um Olhar para o Meio Ambiente’ pode ser vivenciada na 15ª Fenavindima

Jogos interativos proporcionam aprendizado sobre separação correta de resíduos e práticas responsáveis com o planeta

Publicado por
10:45 - 05/03/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
15ª Fenavindima

Foto: Karine Bergozza/Divulgação

Ao chegar no Parque da Vindima Eloy Kunz, em Flores da Cunha, depois de percorrer algumas das famosinhas casinhas, em uma entrada, à direita, há uma escadaria que instiga a curiosidade dos visitantes e os convida a fazer uma pausa e conhecer o que há ali em cima. Conhecido como Bosque, o espaço  oferece diversos locais confortáveis para sentar e conversar. Além de ser ponto de venda de uvas, morangos, flores e substratos durante a 15ª Festa Nacional da Vindima – Fenavindima. Em meio à natureza, a área é perfeita para a experiência educativa ‘Um Olhar para o Meio Ambiente’.

Por meio do Projeto de Educação Ambiental, a Secretaria de Planejamento, Urbanismo e Meio Ambiente de Flores da Cunha levou para o parque uma exposição com imagens de animais nativos da região, sendo algumas espécies conhecidas e outras em fase de extinção. Tudo com o intuito de alertar as pessoas, sobretudo as crianças, sobre a importância da preservação das espécies.

Mas as atividades não são voltadas apenas para os pequenos. De acordo com o biólogo, Elias Zientarski Michalski, todas as idades podem participar e aprender com as propostas. Como é o caso das composteiras, que transformam matéria orgânica em adubo, que pode ser usado na horta ou nas plantas, e devem ser feitas por adultos: “Temos uma composteira para quem não conhece ver como funciona. Queremos incentivar os visitantes a fazer a compostagem em casa, estimular as pessoas para que, ao invés de descartar o resto de orgânico produzido em casa, elas transformem em adubo. Além disso, essa é uma forma de reduzir o custo, inclusive para o município e para a população, com a coleta de resíduos, porque o resíduo orgânico é o que tem mais volume e o que mais pesa”, explica o biólogo, acrescentando que o objetivo maior da ação realizada no evento é poder auxiliar o meio ambiente, a economia e envolver as pessoas em um ciclo de conscientização.

Um pouco mais sobre o espaço

No que diz respeito à diversão, o espaço oferece o Jogo da Sustentabilidade para os pequenos brincarem acompanhados dos pais, e o Quebra-cabeça, voltado para jovens e adultos. “O Jogo da Sustentabilidade é um grande tapete onde as crianças jogam o dado e vão andando as casinhas. Conforme elas caem nos quadradinhos vão surgir perguntas para responder. Se a criança acertar, prossegue no jogo, e se a resposta estiver errada, terá que regredir. No Quebra-cabeça, por sua vez, o participante terá que montar uma imagem formada por animais da região e palavras que tenham relação com a sustentabilidade, como meio ambiente, natureza e separação correta dos resíduos orgânicos e seletivos”, elenca Michalski.

Jogos que incentivam atitudes simples, mas que objetivam que as pessoas possam aplicá-las em suas casas, no dia a dia, e que, a longo prazo, podem fazer toda a diferença. Como o que os participantes recebem plaquinhas com desenho de algum objeto eletrônico ou matéria orgânica, e deve descartá-las em uma das cinco embalagens disponibilizadas: “Por exemplo, temos uma caixa que fala que é o resíduo orgânico, outra que é o seletivo, o eletrônico, materiais que devem ser retornáveis. Então tem que colocar nessas caixas para testar o conhecimento em relação ao descarte correto dos resíduos. E, claro, antes desse processo falamos como deve ser feito, e depois eles fazem o teste para ver se realmente sabem onde deve ser descartado cada objeto, cada produto”, pontua o biólogo.

As atividades da experiência educativa ‘Um Olhar para o Meio Ambiente’ são gratuitas e podem ser conferidas no Bosque durante a 15ª Fenavindima, nas sextas-feiras, das 14h às 20h, e aos sábados e domingos, das 10h às 20h.

15ª Fenavindima

A 15ª Fenavindima ocorre de 22 de fevereiro a 10 de março de 2024. O evento oferece entrada gratuita nas sextas-feiras. Aos sábados e domingos o ingresso de acesso ao Parque da Vindima, que pode ser adquirido no local, custa R$20. Crianças de 5 a 12 anos, estudantes, idosos, jovens de baixa renda (de 15 a 29 anos, mediante apresentação da carteirinha do ID Jovem do CadÚnico) e doadores de sangue (mediante apresentação de comprovante) pagam meia. No local há estacionamento gratuito e pago (R$20). Na data do show nacional, 9 de março, o valor de acesso ao Parque será válido até às 17h, após será cobrado o valor do Setor Arena. A comercialização de ingressos para assistir aos shows nacionais está sendo feita pelo site www.am9producoes.com.br ou diretamente na SIM Rede de Postos (Av. 25 de Julho, 3060 – Bairro Videiras, Flores da Cunha).

A programação artística cultural e o Desfile Cênico Musical da 15ª Festa Nacional da Vindima são financiados pela Lei de Incentivo a Cultura, sendo seus patrocinadores: SIM, Fante, Sicredi, Dallemole, Keko Acessórios, Banrisul, Unimed Nordeste. Apoio: Consevitis, Cresol e Sicoob. Planejamento Cultural: AM9 Produções. Realização: Círcolo Vicentini, Associação Fenavindima, Município de Flores da Cunha e Ministério da Cultura, Governo Federal Brasil União e Reconstrução.

 

*Fonte: Dinâmica Conteúdo Inteligente | Assessoria de Imprensa da Fenavindima

 

Show de Israel & Rodolffo na Fenavindima tem promoção das Rádios Viva e Amizade

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp