Donativos para as vítimas das enchentes no RS: saiba quais são as demandas mais urgentes

Em Caxias do Sul, voluntários têm se unido em diversas iniciativas para apoiar e suprir suas necessidades emergenciais; veja quais são os pontos de arrecadação

Publicado por
16:50 - 13/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Donativos para as vítimas das enchentes no RS: saiba quais são as demandas mais urgentes. (Foto: Luca Roth / Grupo RSCOM)

Donativos para as vítimas das enchentes no RS: saiba quais são as demandas mais urgentes. (Foto: Luca Roth / Grupo RSCOM)

As enchentes que atingem diversas regiões do Rio Grande do Sul têm mobilizado uma onda de solidariedade em todo o estado. Em Caxias do Sul, voluntários têm se unido em diversas iniciativas para apoiar as vítimas e suprir suas necessidades emergenciais. donativos para

De acordo com informações fornecidas pela Fundação Caxias, uma das entidades locais envolvidas na arrecadação e distribuição de recursos, a demanda mais urgente neste momento são alimentos não perecíveis e itens de higiene pessoal.

Entre os produtos mais necessitados estão :

  • farinha de milho
  • óleo de cozinha
  • sardinha e atum
  • açúcar
  • biscoito doce e salgado
  • escova e pasta de dente
  • shampoo e condicionador

As doações são recebidas diariamente, das 8h às 17h, em três pontos de coleta principais, sendo eles a Fundação Caxias na rua Sarmento Leite, 2189 – Rio Branco, o Seminário Diocesano Nossa Senhora Aparecida, na rua Ivo Remo Comanduli, 897 – Santa Catarina e no antigo prédio da UCS FM,  na rua Francisco Getúlio Vargas, 1130 – Petrópolis.

A solidariedade e a generosidade da comunidade têm sido fundamentais para enfrentar esse momento desafiador, demonstrando a força e a união do povo gaúcho diante das adversidades. Cada doação faz a diferença e contribui para amenizar o sofrimento das famílias que foram afetadas.

donativos para

Leia também:

Fundação Caxias arrecada 13 toneladas de alimentos e 32 mil peças de roupas para vítimas das chuvas

Donativos para as vítimas

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp