Central de Matrículas em Caxias do Sul atuará em novo endereço

Atendimento na nova sede inicia em 28 de setembro

Publicado por
19:35 - 15/09/2022

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Central de Matrículas em Caxias do Sul atuará em novo endereço

Central de Matrículas em Caxias do Sul atuará em novo endereço (Foto: Elisabete Bianchi/Divulgação)

Nos próximos dias, a Central de Matrículas de Caxias do Sul estará em um novo endereço. A unidade, responsável por gerenciar a distribuição e designação de vagas na rede pública de ensino na cidade, começará a operar na Rua Ernesto Alves, 1535 (Centro). Dessa forma, ficará mais próxima da Secretaria Municipal de Educação (SMED).

Ao mesmo tempo, a central também estará em novo horário de atendimento externo, em sincronia com o da SMED, das 10h às 16h. “A mudança melhora o atendimento à comunidade, por ser um local mais amplo e com adequações de acessibilidade, além de que a proximidade e o ajuste de horário com a Secretaria Municipal da Educação (SMED) otimizam o gerenciamento”, afirma a diretora administrativa da pasta, Sandra Kuhn.

Já o atendimento no atual endereço, na Avenida Júlio de Castilhos, será encerrado no dia 23. Nos dias 26 e 27 não haverá expediente externo, em virtude da mudança. As atividades serão retomadas normalmente, já em novo prédio, no dia 28.

A Central de Matrículas pode ser acionada pelos fones 996136702, 996138459 e 984295562, pelos números de WhatsApp 54 999768858 (município) e 54 999552911 (estado) ou pelos e-mails matricula@edu.caxias.rs.gov.br (município) e central-caxiasdosul@seduc.rs.gov.br (estado).

Mudança Central de Matrículas

O gerenciamento da operação consiste em uma parceria entre Secretaria Estadual de Educação (SEDUC), via 4ª Coordenadoria Regional de Educação (4ª CRE), e SMED, com compartilhamento de espaço físico, bens móveis, equipamentos, sistema PROCERGS e funcionários. E compreende vagas de toda rede pública (Educação Infantil de 4 e 5 anos, Ensino Fundamental e Ensino Médio).

“A Central de Matrículas surgiu com o intuito de facilitar a entrada no ensino público, centralizando todas as vagas das escolas públicas. São oferecidas as vagas disponíveis na região, próximo à residência do solicitante. A demanda é sazonal, tanto nos anos escolares quanto nas regiões desejados. Com base nesta procura, as duas secretarias e a Central estudam possibilidades e propõem alternativas como abertura de novas turmas e oferta de transporte, por exemplo”, explica Sandra Kuhn.

Já em novembro, estará aberta a primeira etapa de inscrições para o próximo ano letivo, abrangendo Educação Infantil, 1º ano do Ensino Fundamental e 1º ano do Ensino Médio. Em janeiro, começa a segunda etapa, destinada a Retardatários, Transferências do 2º ao 9º ano dos Ensinos Fundamental e dos 2º e 3º anos do Ensino Médio.

A classificação se dará a partir das crianças mais velhas para as vagas da Educação Infantil, e dos estudantes mais novos para as vagas do Ensino Fundamental. Durante o restante do ano são realizadas transferências conforme a solicitação das famílias. Quando não houver vaga disponível, o estudante será incluído na lista de espera.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp