O suplente de vereador de Farroupilha, Raul Hepich, recebeu uma notificação, na tarde desta quarta-feira (18), em que o prazo para apresentar a sua defesa para a Comissão de Ética é estendido em mais cinco sessões, ou seja, ele terá mais três semanas para apresentar os documentos no caso que em que é investigado por quebra de decoro parlamentar em decorrência das denúncias feitas contra ele pelo Ministério Público. 
Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores
O prazo inicial para que Herpich apresentar a sua defesa havia se encerrado em 12 de agosto, quando ele não fez a entrega. Por ser uma situação inédita na Câmara de Vereadores, o setor jurídico da Casa passou a analisar o caso. Uma das alternativas era que o Legislativo cedesse ao suplente de vereador uma assessoria jurídica.
Tanto a Comissão de Ética, quanto o jurídico, consideram que esta alternativa seria inviável, e decidiu-se dar ao investigado uma prorrogação do prazo.
Caso Raul faça a entrega dos documentos no prazo estipulado, a sub-comissão, composta pelos os vereadores Fabiano Piccoli (PT), como presidente, Odair Sobierai (PSB), como relator, e Jonas Tomazini (MDB), como revisor, terá outras cinco sessões para entregar o seu parecer.