Lar do Ancião em Bento Gonçalves ganha sustentabilidade na gestão e qualidade na acolhida

Diretoria voluntária presidida pelo empresário César Cini vem somando conquistas para a entidade

Publicado por
09:07 - 12/12/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

O Lar do Ancião foi iIdealizado na década de 1980 e já atua há 33 anos na acolhida de idosos. Trata-se de uma das mais tradicionais entidades assistenciais de Bento Gonçalves – e, como todas elas, enfrenta muitos desafios para manter-se em seu propósito social. A escassez de recursos é, sem dúvida, um deles – mas não só. Administrar a casa com eficiência é imperativo para oferecer serviços de qualidade e, em paralelo, garantir a perenidade sustentável da instituição.

Foi com essa missão que o empresário César Cini assumiu a presidência do Lar do Ancião para a gestão 2022/2025. “Nosso primeiro movimento foi o de reabilitar a casa”, conta. Esse trabalho de bastidores começou com a aplicação de um olhar criterioso sobre a gestão da casa – financeira, contábil, de recursos humanos e patrimonial – focado na lisura e no profissionalismo. Houve renegociação de dívidas que colocavam em risco a continuidade da atuação e implantação de melhorias para viabilizar sua sustentabilidade. “Almejamos um Lar do Ancião sólido e autossuficiente, modelo de seriedade e com credibilidade para angariar apoiadores comprometidos com a causa. Uma entidade que seja administrada com a eficiência de uma empresa, mas que preserve sua alma, sua essência de acolhida. Esse é o caminho não só para a perenidade da instituição, mas para o cumprimento do propósito de proporcionar qualidade de vida, dignidade e acolhida para os residentes”, explica.

MELHORIAS ESTRUTURAIS

O Lar do Ancião teve por parte da diretoria a criação de estratégias para diminuir despesas e buscaram parcerias para promover melhorias. As caixas d’agua de concreto foram substituídas por modelos feitos em fibra. Os quartos ganharam ventiladores de parede, mais seguros e econômicos. Nos banheiros, chuveiros e torneiras com sistema de aquecimento solar ajudaram a reduzir o consumo de energia e, ainda, contribuir com a preservação dos recursos naturais. O Lar ganhou, também, em todo o complexo, sistema de calefação através de queima de pellets, viabilizado através de parcerias feitas com duas empresas locais, uma delas fornecendo a estrutura e maquinários (por meio de sua fundação localizada na Irlanda), e, a segunda, garantindo o fornecimento gratuito dos pellets utilizados no sistema de calefação com intuito de proporcionar o bem-estar dos residentes, colaboradores e familiares. Outra melhoria foi a instalação de uma academia para os moradores e todo o complexo recebeu pintura externa – isso tudo em menos de dois anos.

“Agora, caminhamos para resgatar a imagem do Lar do Ancião perante a sociedade e o envolvimento da comunidade nas ações em favor da entidade, criando uma rede colaborativa também com a participação da iniciativa privada e dos poderes públicos”, destaca Cini.

RETRIBUIÇÃO

Empresário e empreendedor reconhecido no segmento moveleiro, Cini encontrou no trabalho voluntário junto ao Lar do Ancião uma oportunidade de retribuição à comunidade. “Precisamos ter esse olhar de fazer algo pela sociedade, pelo próximo, de colocar nossas competências e talentos também a serviço da coletividade”, aponta. Sua atuação enquanto presidente dá continuidade a um histórico de contribuições para a casa que precede, e muito, sua gestão. No ano de 2019, a família Cini doou para a entidade, por exemplo, uma câmara fria que otimiza o acondicionamento de alimentos e prolonga seu aproveitamento para consumo. No mesmo ano e no ano seguinte, atuando como Vice-presidente da instituição, participou da implantação do Projeto “Amigos do Lar, Amigos do Sol”, projeto de obtenção de energia solar através de placas fotovoltaicas, em parceria com o Rotary Club Bento Gonçalves Planalto, o que trouxe economia significativa no consumo de energia no complexo.

Entidade filantrópica instituída para longa permanência para idosos, atua sem fins lucrativos. O Lar do Ancião tem capacidade para abrigar até 60 moradores. Hoje, tem 42 residentes, com idades entre 65 e 100 anos. O ingresso na casa ocorre por procura espontânea ou ordem judicial, nos casos de vulnerabilidade. Lá, recebem serviço de acolhimento institucional – moradia, refeições, cuidados na área de saúde, lazer e, sobretudo, tratamento digno e humanitário. Atualmente, conta com um quadro de mais de 30 colaboradores nas áreas da Saúde (Enfermagem, Técnicos e Cuidadores, Assistência social, Psicologia, Fisioterapia e Nutrição), Alimentação (cozinheiros e auxiliares) e Suporte (setor Administrativo, lavanderia e Higienização), entre outros.

O Lar do Ancião fica na Alameda Anna Tedesco Variani, nº 100, Bairro Pradel, Bento Gonçalves, e atende pelos fones 3451-3444; 3453-8233 e 98418-9647. Outras informações podem ser obtidas no site www.lardoanciaobg.com.br.

Diretoria Executiva do Lar do Ancião, gestão 2022/2025

Presidente: Cesar Cini

1ª Vice-Presidente: Ricardo Signor

2ª Vice-Presidente: Maria das Graças Lorenzini

1ª Tesoureiro: Gelson Geroldi

2ª Tesoureiro: Sandra Peruffo

1ª Secretária: Deliane Accorsi

2ª Secretário: Fernanda Martins

Conselho Administrativo: Aldo Berselli; Cecilia Giovanella Cecconi; Daniel Luis Rasador; Darcy Oswil Signor; Karine Ceroni Bellotti Diefenbach e Volnei Pertile

Conselho Fiscal: Alexandre Faccin; Ana Paula Arpini Bernardini Orso; Savio Raffainer e Vicente Tomasi

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp