Transferências por DOC e TEC deixam de ser oferecidas após 40 anos

 Após 40 anos, os bancos brasileiros deixam de oferecer as modalidades de transferências DOC e TEC a partir das 22h…

Publicado por
17:06 - 16/01/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Transferências por DOC e TEC deixam de ser oferecidas após 40 anos

Foto: Freepik

 Após 40 anos, os bancos brasileiros deixam de oferecer as modalidades de transferências DOC e TEC a partir das 22h desta segunda-feira (15). A interrupção do serviço, anunciada no ano passado, atende a uma determinação do Banco Central (BC).

O DOC, Documento de Ordem de Crédito, permite o repasse de recursos entre instituições financeiras distintas. A transferência é realizada no dia útil seguinte à ordem, caso seja realizada até as 22h. Após esse horário, a transferência só é concluída dois dias úteis depois.

A TEC, Transferência Especial de Crédito, é uma modalidade semelhante ao DOC, mas é utilizada exclusivamente por empresas para o pagamento de benefícios a funcionários.

O fim das transferências DOC e TEC é resultado da popularização do Pix, sistema de transferência instantânea do BC lançado em 2020. O Pix é gratuito para pessoas físicas e permite transferências de recursos em qualquer dia e horário.

Transferências por DOC e TEC deixam de ser oferecidas após 40 anos

Foto: Freepik

De acordo com o BC, o Pix já é utilizado por mais de 110 milhões de pessoas e empresas no Brasil. O sistema registrou mais de 10 bilhões de transações no ano passado, com um volume total de R$ 4,3 trilhões.

A interrupção das transferências DOC e TEC não deve causar grandes impactos para os consumidores. O Pix oferece um serviço similar, com a vantagem de ser mais rápido e gratuito.

Para realizar uma transferência via Pix, basta ter um celular com acesso à internet. O usuário pode gerar um código QR Code para receber o valor ou enviar uma chave Pix para o destinatário. O Pix também permite que os usuários criem chaves aleatórias, como um e-mail ou um número de telefone, para receber transferências. O BC estima que o Pix deve substituir completamente o DOC e a TEC nos próximos anos.

Clique  aqui para mais notícias

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp