Ainda temos que amaciar o motor de um carro 0km em pleno 2024?

A compra de um carro novo é um momento de grande alegria, mas também de dúvidas. Entre as perguntas frequentes,…

Publicado por
14:11 - 09/07/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Ainda temos que amaciar o motor de um carro 0km em 2024

Foto: Freepik

A compra de um carro novo é um momento de grande alegria, mas também de dúvidas. Entre as perguntas frequentes, surge o questionamento sobre a necessidade de amaciar o motor. Essa prática, outrora crucial para o bom funcionamento dos veículos, ainda é válida nos dias de hoje?

Antigamente, os motores eram construídos com maior folga entre as peças, exigindo um período de rodagem para que se adaptassem e funcionassem de maneira suave. Esse processo, conhecido como amaciamento, envolvia diversas restrições, como evitar altas rotações e dirigir em velocidades constantes por longas distâncias.

Com o avanço da tecnologia, os motores sofreram modificações significativas. As folgas entre as peças foram reduzidas, os materiais utilizados aprimorados e os processos de fabricação se tornaram mais precisos. Essas mudanças tornaram o amaciamento tradicional menos relevante para os carros modernos.

Ainda temos que amaciar o motor de um carro 0km em 2024

Foto: Freepik

Como “amaciar o motor” em 2024

Atualmente, a maioria dos fabricantes automotivos não exige um processo formal para amaciar o motor. O manual do proprietário geralmente orienta sobre os cuidados básicos a serem tomados durante os primeiros 1.000 km, como evitar picos de aceleração e variar a velocidade e rotações do motor abruptamente, além de ser rigorosamente pontual nas primeiras trocas de óleo. Também é prudente que nos primeiros 300 km, não sejam feitas frenagens bruscas, visto que o disco de freio e as pastilhas ainda não estão “assentadas”.

Embora o amaciamento tradicional não seja mais necessário, dirigir com cuidado durante os primeiros quilômetros ainda oferece benefícios:

  • Proteção do Motor: Permite que as peças se adaptem gradualmente, reduzindo o desgaste e contribuindo para a longevidade do motor.
  • Melhor Desempenho: Evita o superaquecimento e garante a lubrificação adequada, otimizando o desempenho do motor a longo prazo.
  • Economia de Combustível: Uma direção suave e constante contribui para um consumo mais eficiente de combustível.

Embora amaciar o motor de forma tradicional tenha se tornado menos necessário nos carros modernos, dirigir com cuidado durante os primeiros quilômetros ainda é crucial para garantir o bom funcionamento, desempenho e longevidade do motor. Seguindo as recomendações do fabricante e adotando uma condução consciente, você garante que seu novo carro estará pronto para te levar aonde você quiser, por muitos quilômetros!

Clique aqui para mais artigos

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp