Adamastor Fúria: supercarro português promete desempenho brutal com motor Ford

O Adamastor Fúria representa um marco na indústria automobilística portuguesa, sendo o primeiro superesportivo a emergir do país com uma…

Publicado por
10:40 - 21/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Adamastor Fúria

Foto: Divulgação Adamastor

O Adamastor Fúria representa um marco na indústria automobilística portuguesa, sendo o primeiro superesportivo a emergir do país com uma proposta de luxo e exclusividade. Ricardo Quintas, fundador da Adamastor, explica os planos da empresa: “Nosso objetivo é produzir 25 automóveis por ano e que cada um deles seja feito por uma equipe, do início ao fim. Assim, o cliente conhece as pessoas que construíram o seu carro e pode dirigir-se a elas na eventualidade de qualquer problema.”

A expectativa do executivo é alta quanto aos modelos que irão concorrer com o primeiro supercarro português:  “Desde logo, a Aston Martin e o seu Valkyrie, mas também marcas como a Pagani, a Koenigsegg e a Rimac, sem esquecer outras como a Mercedes-Benz, Audi, Porsche e Ferrari na categoria dos supercarros”, disse o executivo.

Ricardo e Nuno Faria projetaram o carro depois de uma série de estudos e desenvolvimento, que começaram em 2019 e consumiram 17 milhões de euros. O Fúria foi revelado no centro de congressos da Alfândega do Porto, e as primeiras unidades devem ser entregues em 2025, com preço inicial de aproximadamente R$ 9 milhões.

A produção do Adamastor Fúria será limitada a 60 unidades, onde cada carro é construído artesanalmente e pode ser personalizado ao gosto do cliente, oferecendo uma experiência única de posse. O chassis é construído em fibra de carbono, proporcionando leveza e rigidez estrutural, enquanto a aerodinâmica é otimizada para gerar força descendente significativa, aumentando a estabilidade em altas velocidades.

Adamastor Fúria

Foto: Divulgação Adamastor

Adamastor Fúria: mais downforce que modelos fórmula

A aerodinâmica do modelo foi projetada com esmero, que ganhou uma espécie de tubo na traseira para gerar um efeito venturi capaz de aumentar sua velocidade final. A asa traseira chama a atenção, já que é bem menor do que o de costume para carros como esse, mas que garante um excelente downforce, que chega a ser maior do que os carros que disputaram a Fórmula 2 e 3 em 2021, além de superar alguns modelos da categoria LP2 do WEC.

Adamastor Fúria

Foto: Divulgação Adamastor

Equipado com um motor V6 biturbo de 3.5 litros da Ford Performance, o Fúria oferece mais de 650 cavalos de potência, com um torque de 58,22 kgfm. A aceleração de 0 a 100 km/h é alcançada em aproximadamente 3,5 segundos, e a velocidade máxima supera os 300 km/h para a versão Road. A suspensão do Fúria foi meticulosamente projetada para permitir ajustes precisos, adequados tanto para a pista quanto para a estrada.

Adamastor Fúria

Foto: Divulgação Adamastor

O lançamento do Adamastor Fúria é um momento de orgulho para Portugal, demonstrando a capacidade do país de competir no mercado global de supercarros. O Fúria não é apenas um carro; é um embaixador da inovação portuguesa, da paixão pelo automobilismo e do espírito empreendedor.

Clique aqui para mais artigos 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp