Este é o pior efeito colateral do consumo diário de feijão. Saiba como prevenir

O feijão é um alimento básico na dieta de muitos brasileiros, conhecido por seu alto teor de proteínas, fibras e…

Publicado por
20:30 - 22/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
efeito colateral do consumo diário de feijão

Foto: Freepik

O feijão é um alimento básico na dieta de muitos brasileiros, conhecido por seu alto teor de proteínas, fibras e minerais. No entanto, apesar de seus inúmeros benefícios para a saúde, o consumo diário e excessivo de feijão pode levar a um efeito colateral indesejado: a flatulência e o desconforto abdominal.

A culpa é dos oligossacarídeos, toxinas e antinutrientes

O principal culpado por trás desse efeito colateral é um grupo de carboidratos conhecidos como oligossacarídeos, presentes em leguminosas como o feijão. Esses carboidratos são de difícil digestão pelo nosso sistema gastrointestinal e, quando chegam ao intestino grosso, são fermentados por bactérias, produzindo gases. Esse processo pode causar inchaço, desconforto e, claro, flatulência.

Além dos oligossacarídeos, o feijão cru ou mal cozido contém lectinas, uma classe de proteínas que podem ser tóxicas se não forem neutralizadas pelo cozimento adequado. As lectinas podem causar envenenamento alimentar, com sintomas que vão desde náuseas e vômitos até diarreia e, em casos extremos, podem levar à hospitalização.

efeito colateral do consumo diário de feijão

Foto: Freepik

Minimizando os efeitos colaterais do feijão

Para evitar esses efeitos colaterais, recomenda-se deixar o feijão de molho por 12 horas antes do cozimento, o que ajuda a reduzir a quantidade de oligossacarídeos e lectinas. Além disso, cozinhar o feijão adequadamente é essencial para garantir a destruição das toxinas.

Embora o feijão seja um alimento nutritivo e parte integrante da culinária brasileira, é importante consumi-lo com moderação e seguir as práticas corretas de preparo para evitar os efeitos colaterais desagradáveis. Assim, podemos continuar a desfrutar dos benefícios do feijão sem sofrer com o lado menos agradável de seu consumo diário.

Clique aqui para mais artigos

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp