Foco na Autoestima

0
1086

Texto escrito por: Júlia S. Gasperin – Psicóloga Clínica CRP:07/22750

A autoestima é definida como sendo a crença que temos sobre nós mesmos. Ela é formada na infância através da visão que nossos pais têm de nós, ou seja, quando crianças somos um livro em branco, que é preenchido pela opinião daqueles que amamos.

Portanto, se tivermos uma infância com incentivos, elogios e amor, (reforço positivo), desenvolveremos uma autoestima saudável, percebendo assim, que temos valor como ser humano e que somos capazes de alcançar objetivos e vencer desafios. Porém, se formos formados a partir de críticas não construtivas, falta de incentivo e até mesmo agressividade (reforço negativo), nos tornamos pessoas inseguras e com medo de não sermos suficientemente boas, seja na vida pessoal ou profissional.

Como podemos melhorar nossa autoestima?

  • Primeiramente tome consciência de que, o que as pessoas pensam de você reflete a realidade delas e não a sua, logo, somos espelhos dos outros, até mesmo dos nossos pais.
  • Seja você mesmo, você é único! Procure se conhecer melhor, saber de seus gostos, desejos e medos. Escute-se sem julgamentos e trabalhe naquilo que não o agrada.
  • Não se compare a ninguém. Na atual vida (de rede) social em que estamos inseridos, todos estão sempre felizes e belos, mas essa não é a verdadeira realidade, todos temos dias ruins. Logo, ao compararmos nossa vida real com a vida “editada” de algumas pessoas e celebridades, acabamos nos sentindo diminuídos por sermos meros mortais (assim como eles).
  • Seus pensamentos interferem nos seus sentimentos, ou seja, se você tiver pensamentos negativos, irá se sentir incapaz e deprimido, porém se pensar positivamente, sentirá confiança e felicidade. Como andam seus pensamentos?

Autora: Júlia S. Gasperin – Psicóloga Clínica CRP:07/22750.

LEAVE A REPLY