O município de Farroupilha conquistou o selo +Turismo do Ministério do Turismo. Com isso, o município se torna prioridade do Plano Nacional de Turismo 2018/2022 com as diretrizes do Prodetur+Turismo. O plano prevê o desenvolvimento do turismo, principalmente em infraestrutura. O secretário de Turismo e Cultura, Francis Casali, destaca as vantagens para o município com o selo +Turismo. “Esse selo nos credencia a termos prioridade na análise de propostas do Ministério do Turismo e, principalmente, prioridade na contração de financiamento para infraestrutura turística. Vale ressaltar que os empresários do município que querem investir no turismo também terão um financiamento diferenciado. O selo vai nos possibilitar fomentar ainda mais o turismo da nossa cidade", salienta.
Santuário de Caravaggio junto com o Salto Ventoso são os principais pontos turísticos do município(Foto: Emilio Nunes)
No cadastramento de Farroupilha no programa foi necessário indicar alguma intenção de contratação. Foram indicadas então duas sugestões: asfaltamento da estrada do Salto Ventoso e também a divulgação do município nacional e internacionalmente em feiras de eventos. O município terá prioridade na aprovação dos projetos, taxas reduzidas e maior prazo de pagamento do que o normalmente praticado no mercado, através de uma linha de financiamento do BNDES. A iniciativa privada também pode ser contempladas, como por exemplo, para abrir uma pousada, melhorar um restaurante, dentre outros. O que é o Selo+Turismo O Selo Oficial +Turismo identifica que os planos ou projetos priorizados e, previamente analisados pelo MTur, estão alinhados com as diretrizes do Programa. Ele visa contribuir para a estruturação dos destinos turísticos brasileiros, pelo fomento ao desenvolvimento local e regional, por meio de parcerias com estados e municípios. O Programa possui, como diferencial, o apoio aos entes públicos e setores privados do turismo no acesso a recursos provenientes de financiamentos nacionais e internacionais, cujos projetos estejam pautados por prévios processos. Ao nome PRODETUR é incorporado o SELO +Turismo, originando a marca PRODETUR+Turismo que identifica e qualifica as ações priorizadas, como indutoras do desenvolvimento do turismo nacional, estruturando destinos e fortalecendo produtos e equipamentos turísticos, sendo gerador de mais empregos, mais renda e mais inclusão social, de forma sustentável, oferecendo linhas de créditos com juros baixos e tempo de carência. A linha de crédito, operada pelo BNDES, disponibiliza R$ 5 bilhões a estados, municípios e empresários interessados em investir no setor.