No Dia do Churrasco, gaúchos celebram uma tradição de mais de 200 anos

Data alusiva à comida mais conhecida do Rio Grande do Sul também comemora a bebida oficial do Estado, o chimarrão

Publicado por
19:17 - 24/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Arquivo Pessoal)

Apesar de ser considerado, popularmente, como o prato típico do gaúcho, foi só em 2003, que o churrasco teve o dia 24 de abril oficialmente instituído para celebração, no Rio Grande do Sul. Na mesma data em que se comemora, também de forma oficial, o Dia do Chimarrão, considerada a bebida símbolo do Estado.

As proposições foram instituídas por meio da Lei Estadual nº 11.929, sancionada em de 20 de junho daquele ano. “Ficam instituídos o churrasco à gaúcha como o prato típico e o chimarrão como a bebida símbolo do Rio Grande do Sul”, diz o artigo 1º da legislação.

A data foi escolhida para homenagear o primeiro Centro de Tradições Gaúchas, o 35 CTG, fundado em 1948, por oito estudantes do Colégio Júlio de Castilhos, de Porto Alegre. Entre eles, João Carlos Paixão Côrtes, que além de símbolo do tradicionalismo, serviu de modelo para a estátua do Laçador, na capital gaúcha.

A história do churrasco no Estado remonta ao século XVII, quando influenciados pelos índios da Região do Pampa, na América do Sul (Rio Grande do Sul, Uruguai e Argentina), os tropeiros começaram a assar a carne em fogo de chão, salgando durante o transporte do gado, por meio do suor, no lombo do cavalo. Isto ocorria na região dos Sete Povos das Missões, localizada no Oeste gaúcho, onde se instalaram as missões jesuíticas com o objetivo de catequisar os índios, em especial, os Guaranis.

O tradicional churrasco gaúcho é feito de pedaços de carne com gordura, e assado com fogo de lenha, no chão. Os espetos, cravados na diagonal perto do fogo. Enquanto as partes exteriores da carne já estão assadas, é hora de cortar e servir, deixando assando, ainda, as partes mais interiores. Este é um momento de juntar os amigos, cevar um mate, e degustar a tradicional carne assada ao modo gaúcho.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp