Ministério da Justiça autoriza permanência da Força Nacional no RS por mais 30 dias

Medida visa continuar o apoio no policiamento ostensivo e nas atividades de preservação da ordem pública no estado, que foi severamente afetado por enchentes em maio

Publicado por
07:00 - 22/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Força Nacional

Foto: Agência Brasil

O Ministério da Justiça autorizou a permanência da Força Nacional de Segurança Pública no Rio Grande do Sul por mais 30 dias, atendendo a um pedido do governo gaúcho. A medida visa continuar o apoio no policiamento ostensivo e nas atividades de preservação da ordem pública no estado, que foi severamente afetado por enchentes em maio.

Desde o mês passado, mais de 300 agentes da Força Nacional estão no Rio Grande do Sul para auxiliar nas operações de segurança. A autorização, publicada esta semana no Diário Oficial da União, especifica que o contingente seguirá o planejamento definido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública. A portaria foi assinada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski.

Contexto e Necessidade
As enchentes de maio devastaram várias regiões do estado, resultando em saques a residências e estabelecimentos comerciais. Moradores e voluntários também relataram assaltos e ameaças de organizações criminosas durante os resgates das vítimas das inundações. A presença contínua da Força Nacional é vista como crucial para manter a ordem e garantir a segurança da população afetada.

Incidente Recente
Na noite de quarta-feira (19), um incidente grave ocorreu no aeroporto de Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, quando um policial militar e um criminoso morreram em uma troca de tiros durante uma tentativa de assalto a um carro-forte.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp