Justiça determina o retorno imediato dos médicos demitidos por Daniel Guerra

Justiça determinou o retorno imediato dos profissionais da saúde ligados ao Sistema Único de Saúde (SUS) que foram demitidos pelo…

Publicado por
18:17 - 17/01/2018

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Médicos ainda não atendem na UPA Zona Norte

Justiça determinou o retorno imediato dos profissionais da saúde ligados ao Sistema Único de Saúde (SUS) que foram demitidos pelo Prefeito Daniel Guerra. A 2ª Vara Cível Especializada em Fazenda Pública foi a responsável por analisar e validar a liminar.

Em nota, o Sindicato dos Médicos de Caxias do Sul se diz insatisfeito diante da atitude de Daniel Guerra, que conforme descrito no conteúdo assinado pelo presidente da entidade, era de se sobressair da decisão judicial, demitindo os médicos antes do julgamento final do Processo de Greve no Tribunal de Justiça, em Porto Alegre.

A atitude do Prefeito Daniel Guerra foi considerada pelo Sindicato dos Médicos de Caxias do Sul como ilegal e, de acordo com o comunicado, se somará aos outros itens que deram motivos a abertura do processo de impeachment do líder do Poder Executivo caxiense.

Leia na íntegra o comunicado

Comunicamos a todos que na tarde de hoje a 2a Vara da Fazenda Pública determinou a reintegração imediata dos médicos que haviam sido demitidos pelo Prefeito Municipal. Fica claro que o Prefeito déspota quis se sobrepor a decisão judicial, demitindo os médicos antes do julgamento final do Processo de Greve no Tribunal de Justiça em Porto Alegre. Este ato ilegal do Prefeito certamente vai se somar a outros que deram motivo ao processo de impeachment que ele responde.

Dr. Marlonei Santos
Presidente do Sindicato dos Médicos de Caxias do Sul

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp