Governador confirma início da Expointer no dia 24 de agosto em Esteio

Governo estadual deverá investir R$ 6 milhões na recuperação do Parque de Exposições Assis Brasil

Publicado por
18:37 - 14/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Leite confirma início da Expointer no dia 24 de agosto

(Foto: Mauricio Tonetto / Secom)

Em visita ao Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, na manhã desta sexta-feira (14), o governador Eduardo Leite confirmou a realização da 47ª Expointer do dia 24 de agosto ao dia 1º de setembro. O período, anunciado no final da edição do ano passado, esteve sob análise em razão de o parque ter sido tomado pela enchente do Rio dos Sinos, a partir da primeira semana de maio. O governo do Estado deverá investir R$ 6 milhões na recuperação das instalações.

“A retomada econômica do Rio Grande do Sul passa também pela realização da Expointer. Isso se confirma com o desejo e manifestação das entidades representativas do setor primário gaúcho pela realização do evento”, destacou o secretário interino da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação, Márcio Madalena.

O secretário salientou ainda que “a feira movimenta cerca de 30 mil empregos diretos e indiretos, que são de extrema importância no processo de recuperação do Estado”.

Visita anterior

Na semana passada, representantes da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), do Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no Rio Grande do Sul (Simers) e da direção do parque visitaram o local e avaliaram as condições para levar adiante o planejamento para a exposição. O comando do Simers teria manifestado otimismo em relação à comercialização dos espaços destinados às maquinas.

O parque possui uma área de 114 hectares, com 45,3 mil metros quadrados de pavilhões cobertos, 70 mil metros quadrados de área para exposição, 19 locais para julgamentos e nove espaços para leilões e auditórios. Espaços de empresas e instituições que se fazem representar na exposição, assim como a sede da administração do parque, a Casa da Farsul e a Casa Rural estão entre as construções que foram inundadas, com destruição do mobiliário e de estruturas prediais, mas sem comprometimento dos imóveis.

Na sede da Farsul, está localizado um dos principais restaurantes do parque e espaço tradicional para encontros inclusive de caráter internacional.

*Via Correio do Povo

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp