Prefeitura reinstala adutora do Marrecas e Daer define remoção de área com risco de desmoronamento na Rota do Sol em Caxias do Sul

Medidas visam preservar abastecimento de água da cidade e tráfego pela rodovia. Procedimentos para manter abastecimento de energia elétrica durante serviços também foram encaminhados

Publicado por
22:41 - 24/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Ricardo Finco

Novas ações para a preservação da adutora do Sistema Marrecas, da rede de alta tensão e da Rota do Sol no trecho de Vila Seca ameaçado pelo deslizamento de um morro desde a última semana foram anunciadas pelo prefeito de Caxias do Sul, Adiló Didomenico, em entrevista à Rádio Viva na tarde desta sexta-feira (25).

Após reunião com o secretário estadual de Logística e Transportes, Juvir Costella (MDB), e com o diretor do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER), Luciano Faustino, foram definidas ações quanto a pontes e estradas na região.

“A ideia do Daer é remover todo aquele maciço de terra está ameaçando cair. A rede de água nós já estamos mudando para o outro lado da via, garantindo o abastecimento”, informou Adiló. Com a chegada de novas confeccionadas, o desvio emergencial da rede de água ficará pronto, segundo ele, até terça-feira (28).

Torre de energia – Já a remoção da área de terra depende da retirada da torre de alta tensão que passa sobre o local. De acordo com o prefeito, a rede foi interligada com outra proveniente de Nova Santa Rita, o que permitiria o desligamento temporário da corrente para a remoção da estrutura. No entanto, o serviço depende da Eletrosul.

“Ninguém vai botar máquina e caminhão embaixo de uma rede de 60 mil volts com risco dela cair. Protocolamos um documento, assinado pela Prefeitura, Samae e Daer, através do Ministério Público, para que se notifique a Eletrosul para a remoção, ou que pelo menos desligue aquela rede”, adiantou.

Para a manutenção do tráfego durante os serviços, duas rotas alternativas, pelas localidades do entorno, já estão previstas, permitindo o acesso e retorno à Rota do Sol contornando o trecho.

Buracos na pista – O prefeito afirmou ainda que o Daer se comprometeu a dar início ao conserto dos buracos na Rota do Sol e na ERS-110, que liga Várzea do Cedro a Bom Jesus, já na semana que vem. “As estradas ali estão em péssimas condições. Quando a ERS-122 e a BR-116 ficaram trancadas, essa rodovia recebeu uma sobrecarga muito grande de tráfego pesado. Já não estava em boas condições, e agora virou realmente uma buraqueira”, relatou.

Auxílio Reconstrução – Adiló disse ainda que a Defesa Civil, reforçada por agentes do Distrito Federal, vai visitar “casa por casa” das famílias atingidas em Caxias do Sul, especialmente nas regiões de Galópolis e Vila Cristina, para apontar quais famílias estarão aptas a receber o auxílio reconstrução do governo federal. No procedimento, os moradores poderão preencher a documentação sem a necessidade de deslocamento até Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), como ocorria originalmente.

adutora

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp