Prefeitura de Caxias do Sul envia projeto para repasse de R$ 1 milhão para nova maternidade SUS

Valor será usado na estruturação do serviço, transferido do Hospital Pompéia para o Hospital Virvi Ramos. Obras devem ser concluídas até a metade deste ano

Publicado por
14:30 - 17/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Prefeitura de Caxias do Sul envia PL para repasse de R$ 1 milhão para nova maternidade SUS

Foto: Virvi Ramos/ Divulgação

A Prefeitura de Caxias do Sul busca autorização junto ao Legislativo para a transferência de recursos financeiros para a estruturação da nova maternidade SUS no Hospital Virvi Ramos. O valor do repasse é de R$ 1.076.692,00. A transferência depende da aprovação dos vereadores. O projeto foi protocolado com urgência na terça-feira (14).

A Associação Cultural e Científica Virvi Ramos irá assumir o serviço após o fechamento da maternidade do Hospital Pompéia no fim do ano passado. Até a conclusão do processo de transição, a maternidade está sendo administrada no Pompéia pela Prefeitura, que contratou serviço terceirizado.

Uma área já existente no Virvi Ramos está sendo estruturada para abrigar a maternidade. Leitos de UTI neonatal e internação e salas de partos, são alguns dos espaços que estão sendo criados. Em entrevista ao Portal Leouve, em novembro do ano passo, a diretora do complexo hospitalar, Cleciane Doncatto Simsen reconheceu o desafio para preparação da estrutura física, compra de equipamentos e capacitação das equipes, mas garantiu que a instituição tem capacidade para fazer um trabalho de excelência. Ela pontuou o esforço para que as obras fossem concluídas até a metade deste, diante da ausência de imprevistos. “É preciso preparar com qualidade. Não é só trocar de endereço. É preciso criar protocolos, capacitar equipes, desenhar jornada de atendimentos das pacientes…”, disse na época.

Além do pedido de autorização para o repasse, a administração também protocolou outros dois projetos. Um deles dispõe sobre a contratação de horas médicas, por meio de empresa especializada, por tempo determinado. Já o outro refere-se ao pedido de autorização para que o Samae repasse recursos da ordem de R$ 7 milhões ao município para aquisição de 20 lotes e construção de 40 moradias para remoção das famílias da Vila Sapo que estão em área de risco.

Relembre: Serviço materno-infantil tem previsão de início para metade do próximo ano no Hospital Virvi Ramos

Leia também: Associação Cultural e Científica Virvi Ramos irá assumir o serviço materno-infantil pelo SUS em Caxias do Sul

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp