Reunião define moldes do projeto de reconstrução da ponte sobre o Rio das Antas

Encontro realizado nesta terça-feira (21) reuniu representantes dos municípios de Bento Gonçalves, Cotiporã e Veranópolis

Publicado por
13:37 - 22/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Municípios de Bento Gonçalves, Cotiporã e Veranópolis se reúnem para tratar da reconstrução da ponte sobre o Rio das Antas

A ponte fazia ligação entre Bento Gonçalves e Cotiporã. (Foto: Divulgação)

Os prefeitos dos municípios de Bento Gonçalves, Cotiporã e Veranópolis se reuniram, na terça-feira (21), para definir os moldes da reconstrução da ponte sobre o Rio das Antas. O encontro foi realizado às margens da estrutura danificada e, a partir de agora, será iniciada a elaboração do projeto.

Por meio da presença de representantes da Administração Municipal das três localidades, de equipes de engenharia das prefeituras e da região, e de empresários, foram avaliados todos os aspectos, considerando a realidade atual, para um reestabelecimento viável e rápido do trecho, que liga Bento Gonçalves a Cotiporã.

Segundo informações divulgadas pela Prefeitura de Cotiporã, até o momento, a decisão é que a ponte será realizada no mesmo local, mantendo a característica submersível, sendo esta uma peculiaridade que torna o projeto como sendo de grande risco. Entretanto, esta seria a melhor solução para que a estrutura possa suportar as enchentes e permanecer dentro do orçamento, estimado em R$ 3 milhões, também considerando o tempo hábil esperado de liberação do trecho.

Todos os três municípios reforçam que esta é uma medida paliativa urgente para toda a região, com previsão inicial de conclusão de 90 dias, prazo este sujeito a sofrer mudanças conforme o andamento do processo e dos trabalhos.

Os recursos utilizados para construção da obra devem ser públicos e privados. A Associação Comercial Cultural e Industrial de Veranópolis (ACIV) lançou na última quinta-feira (16) a campanha “Juntos Somos Mais Fortes” para arrecadar fundos destinados à reconstrução da ponte. De acordo com o Prefeito de Veranópolis, Waldemar De Carli,  os municípios da região também estudam formas legais para aportar valores.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp