Desfile cultural da Fenavinho terá tom solidário aos distritos de Bento Gonçalves

Evento, no dia 30 de junho, dará destaque à resiliência das comunidades e à participação de voluntários atuantes nos resgates de pessoas nas áreas atingidas pelos deslizamentos e enchentes

Publicado por
19:54 - 18/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Desfile da Fenavinho

Desfile Cultural da 19ª Fenavinho e Tratoraço ocorrem dia 30 de junho. Crédito: Kia Ora

Os desfiles da Fenavinho sempre tiveram papel fundamental na integração das pessoas que residem no interior da cidade e produzem o fruto que dá origem ao vinho e a boa parte da riqueza do município de Bento Gonçalves. Mas este ano o desfile cultural, que foi inicialmente adiado e remarcado para o dia 30 de junho, traz novos significados.

Além da inequívoca capacidade de atrair a atenção da mídia e com isto transmitir um sinal de normalidade, tão importante para o setor do turismo, o papel de integração dos moradores dos distritos ganha um novo contorno. Com o desastre climático causado pelas chuvas de maio, a direção da Fenavinho optou por agregar e promover uma rede de apoio para fortalecer os negócios do interior.

O Vale dos Vinhedos, São Pedro, Tuiuty e Faria Lemos passam pela Via del Vino não para competir por pontos nos Jogos Coloniais, mas para serem homenageados pela resiliência e incentivados para a retomada de suas atividades agrícolas e enoturísticas. A atividade será realizada às 14h, como parte da campanha Abrace Bento. Além disso, ocorre em meio a uma feira agroindustrial promovida com produtos das quatro localidades. Das 10h às 17h, será possível encontrar biscoitos, geleias, massas, queijos e vinhos, entre outros itens coloniais na Via del Vino. Outro atrativo será a venda de pratos típicos, que poderão ser consumidos no local.

Muitas famílias tiveram arruinadas suas produções, com os deslizamentos varrendo vinhedos e outras culturas, além de casas, animais e equipamentos agrícolas. Com acessos interrompidos, outros não conseguiram dar escoamento à produção. Alguns, ainda, precisaram lidar com a dor do luto.

“Desde sempre a história da Fenavinho foi construída com o envolvimento de sua comunidade, através de muitas mãos. Neste momento, esse exemplo de união fica ainda mais evidente para buscarmos nas nossas origens as forças para a reconstrução, as forças que unem muitos ao redor de uma causa nobre, a retomada da normalidade na vida de cada família atingida”, destaca a coordenadora do comitê, Patrícia Pedrotti.

Desfile terá alas especiais

Com tantas novidades, o desfile em si também terá atualizações. Uma das alas do cortejo será de tratores. O Tratoraço deve ser uma das marcas desse Desfile Cultural, dando visibilidade ao mais icônico veículo de trabalho das colônias. Já a do Unidos por Bento reunirá representantes das quase 20 entidades que se uniram para arrecadar recursos para a reconstrução de estradas. Liderado pelo Centro da Indústria, Comércio e Serviços (CIC-BG), o movimentou, assim, também contribuiu para as próprias famílias afetadas restabelecerem, em parte, seus negócios.

Essenciais para resgatar as vítimas dos deslizamentos, os voluntários também farão parte dessa grande manifestação de valorização do povo do interior. Uma das alas será composta por esses filantropos que atuaram na linha de frente durante o ápice da crise climática, oferecendo conforto aos sobreviventes e devolvendo esperança a diversas famílias.

 

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp