Os cinco maiores erros ao procurar emagrecer

Emagrecer pode ser mais fácil do que você pensa. É uma questão de organização pessoal, foco e persistência.

Colunista
Educadora Física. Licenciatura em Educação Física / Bacharel em Educação Física / Pós graduada em Fisiologia e Prescrição do Exercício Clínico e em Saúde da Mulher / CREF 027828-G/RS.
14:23 - 08/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Se você está na luta para emagrecer e não está conseguindo alcançar o seu objetivo, essa coluna é para você.

Não sei citar a quantidade de pessoas que conheço hoje que estão em tentativas de emagrecimento, e a maioria delas comete os mesmos erros e nem percebe que isso esteja impedindo seu emagrecimento!

Mas, a partir de hoje, você vai saber quais são os 5 principais erros que mais prejudicam as pessoas na perda de peso, e aí, você vá conseguir alcançar o seu objetivo sem maiores dificuldades.

#1: Trocar o açúcar por adoçante.

Ótimo, tirar o açúcar é uma excelente atitude, são calorias vazias, sem nutrientes nenhum, você deve mesmo tirá-lo. Mas o adoçante também não é uma boa opção, quando você faz essa troca, você continua estimulando a produção de insulina, mesmo não tendo açúcar circulando, não tendo absorção de calorias, essa insulina estoca gordura, e você não consegue emagrecer. Ainda assim, você não tirou o doce da sua vida, está ainda dependente dessa sensação, até o momento que você vai cair em tentação ao doce ou chocolate, por ainda estar tendo a necessidade desses prazeres. Se você tirar totalmente o açúcar, você perde a dependência e a vontade de comer o doce com tanta frequência.

#2: Comer pouco. Pasmem amigos, comer pouco engorda!

Você tem que comer bem, não pouco, ter uma alimentação limpa e saudável, o suficiente pra conseguir nutrir seu corpo pra praticar exercícios e dar conta da rotina diária. Você até pode perder uns quilinhos nos primeiros dias, mas ninguém consegue ficar comendo pouco por muito tempo. E ninguém merece ficar sentindo fome o tempo todo, não é?

Dietas restritivas fazem que você diminuía a ingestão de calorias, mas também de nutrientes, então você terá uma carência de vitaminas, ferro, minerais, e não será mais saudável. Se você estiver sempre com fome, seu metabolismo vai sofrer um ajuste, pra você suportar isso, então você estará com falta de nutrientes e não irá mais baixar o peso. Déficit calórico e uma dieta com comidas naturais, é mais assertivo.

#3: Pular refeições. Não estou falando de fazer jejum!

Ficar muito tempo sem comer não é fazer jejum, lembrar horas depois que pulou o café da manhã e atrasou o almoço, não é estar em jejum. Jejum é muito organizado, pensado em refeições antes e depois do jejum, agora, pular refeições vai fazer com que você economize algumas calorias, mas compense em outras refeições, estando com muita fome no jantar, por exemplo, e ai extrapolando.

#4: Querer emagrecer sem fazer exercícios.

Essa eu sofro pra falar, viu? Todo mundo sabe que é óbvio que para ser saudável deve-se fazer exercício físico regularmente, agora, pra aumentar o gasto calórico e realmente emagrecer, é obrigatório praticar exercícios. Só assim você vai gastar mais calorias do que consome. Quando perdemos gordura, significa que estamos “queimando” a gordura do nosso corpo, ela está se transformando, e se você acha que elimina gordura (tipo com laxantes ou saindo pelas fezes ou xixi), está enganado. Eis a verdade: você expele a gordura! Quando você está se exercitando, seu batimento está acelerado, com frequência cardíaca aumentada, seu pulmão está movimentando mais, está oxidando gordura. É assim que você está emagrecendo.

#5: Dormir mal. Ninguém liga pra essa! Mas é uma das mais importantes.

Acontece que não vemos e não palpamos os efeitos de uma noite mal dormida, então muitas vezes não há esforços para dar atenção ao sono. Quando dormimos bem, aumentamos o cortisol, esse é um hormônio relacionado ao estresse, além de todo o estresse que já passamos no dia, por trabalho, ou seja, lá o que for, mais uma noite mal dormida, o estresse vai lá pra cima e o cortisol aumenta. Esse hormônio aumenta a sua insulina, o hormônio ligado com não te permitir emagrecer, fazendo teu corpo entender que deve armazenar gordura, além disso, ele atrapalha a regulação hormonal de outros hormônios que façam com que tu se sinta bem, e não sinta fome demais, como a grelina e leptina.

Se estivermos cansados após uma noite mal dormida, vai fazer com que tenhamos menos disposição, para praticar exercícios, vai trazer o sentimento de merecimento por um chocolate ou uma comida mais gordurosa e todo nosso corpo vai estar mais atrapalhado durante o dia.

É muito importante valorizar a noite de sono, programar o horário que você precisa para acordar revigorado, dormir bem, com silencia, ambiente escuro. Esse momento é crucial para seu corpo se organizar, seus hormônios se organizarem. “Não a nada mais produtivo do que uma pausa revigorante.” Se esse é um ponto crítico para você, se dormir bem é complicado, isso com certeza está interferindo no seu emagrecimento.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp