Fibromialgia e afecções, a causa das dores

Todos nós, em algum momento da vida, sentimos uma dorzinha ali e outra aqui, não é? Muitas vezes após um…

Colunista
Educadora Física. Licenciatura em Educação Física / Bacharel em Educação Física / Pós graduada em Fisiologia e Prescrição do Exercício Clínico e em Saúde da Mulher / CREF 027828-G/RS.
17:28 - 25/05/2021

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Todos nós, em algum momento da vida, sentimos uma dorzinha ali e outra aqui, não é? Muitas vezes após um longo dia de trabalho, algumas tensões por movimentos repetitivos e até mesmo após a prática de exercícios. O que não sabemos é que essas dores podem ser algo mais sérias e muito comum, que acomete grande parte dos brasileiros atualmente.

Dores musculares ou nos tendões que muitas vezes passam despercebidas ou não ganham a devida atenção, podem tornar-se complicações e inflamações como tendinite, bursite, dor crônica ou até mesmo fibromialgia. Vamos entender um pouquinho mais sobre cada uma delas?!

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma a cada 100 pessoas sofre com tendinite. O corpo humano tem mais de 4 mil tendões, e a tendinite é a inflamação de algum deles, fica fácil entender porque os números são tão altos, não é? Essas dores podem piorar com o movimento e, como consequência, geram uma diminuição da força. Em casos mais graves e não tratados, tornam-se persistentes e capazes de atrofiar a musculatura.

Bursite nada mais é do que a inflamação da bursa, uma bolsa contendo líquido que envolve as articulações, esta por sua vez funciona como amortecedor entre ossos, tendões e tecidos musculares. A bursite é muito comum principalmente nos ombros, cotovelos e joelhos. Seu tratamento deve ser feito sob orientação médica, inclui o uso de anti-inflamatórios, relaxantes musculares, aplicações de gelo e redução e cuidados com os movimentos na área afetada. Exercícios fisioterápicos e reforços podem auxiliar, desde que orientados por profissionais especializados.

A dor crônica é definida por persistir por mais de 3 meses no tecido danificado, algumas fontes afirmam que esse tipo de dor só é considerada crônica quando persiste por mais de 6 meses ou quando é causada por doenças que não têm cura, porém, devemos ficar de olhos abertos quando ela persistir por mais de 3 meses. Geralmente, essa dor surge em associação com uma doença crônica, como artrite reumatoide, artrose da coluna ou dos joelhos, fibromialgia ou câncer, desses casos, a dor é tão impactante que não é mais apenas um sintoma, e passa a ser considerada também como uma doença.

Quando não tratada, é uma patologia muito mais complexa que apenas a dor, tendo impacto biológico, psíquico, econômico e social numa dimensão maior do que as pessoas conseguem imaginar.

A Fibromialgia pode ser definida como uma síndrome dolorosa crônica, não inflamatória, de etiologia desconhecida, que se manifesta no sistema muscular esquelético, podendo apresentar sintomas em outros aparelhos e sistemas. É definida como síndrome pois seu diagnóstico depende prioritariamente dos sinais avaliados pelo médico e dos sintomas relatados pelo paciente.

Hoje, sabemos que diferentes fatores, isolados ou associados, podem desencadear a fibromialgia, como situação de estresse, mudança hormonal, traumas físicos ou emocionais e infecção.

Como se trata de uma síndrome, o tratamento também não será diferente, portanto, deve ser multifatorial, incluindo tratamento farmacológico para dor e depressão, programa para mudanças de hábitos e exercício físico.

Dentre os benefícios de um programa de atividade física para portadores de fibromialgia, encontramos a diminuição da sensação de tensão muscular, a redução no número de pontos dolorosos, redução da intensidade da dor nos pontos dolorosos, tendência à redução da dor corporal geral, aumento da sensação de bem-estar, diminuição do sentimento de vulnerabilidade, aumento da autoeficácia e diminuição da ansiedade e da depressão.

E aí, encontrou alguma característica que possa fazer sentido na sua condição física? Se sim, procure orientação com profissionais da saúde para o tratamento dessas afecções, se não, observe seus hábitos diários, postura e movimentos de esforço repetitivo para que seja possível uma prevenção dessas complicações.

–  Publicidade –

Pare de sofrer usando o Cartilan da Natuclin!

Esse produto tem uma fórmula exclusiva, concentrada e eficiente contra as dores crônicas ou os problemas nas articulações e que podem estar te afetando na sua rotina diária. Pare de sofrer. Pare de sentir dor! Ligue para 0800 000 0550 em horário comercial ou deixe seu recado pelo número de whatsapp 54 9 9711.5833. Nós retornamos o contato!

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp