Uma régua moral definitivamente quebrada

Leia mais Dj Alok e Filipe Ret agitam a noite de sábado e reúnem nove mil pessoas durante show na…

Publicado por
16:00 - 14/07/2017

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Se havia ainda alguma dúvida do tamanho da régua moral de Michel Temer e de seus asseclas, a vitória fabricada pela manobra vergonhosa da troca dos deputados na Comissão de Constituição e Justiça depois que o deputado Sérgio Zveiter anunciou seu parecer que recomendava a aceitação da denúncia contra o temerário presidente escancara o que não dá mais pra esconder: o governo dos corruptos faz qualquer coisa pra se manter agarrado ao poder.

É evidente que a mudança de parlamentares na CCJ é regimental e faz parte do jogo democrático, mas é inegável também afirmar que o presidente teria uma derrota fragorosa caso não trocasse 16 titulares com as bênçãos dos partidos que fecharam questão em torno do governo e concordaram em punir os que não seguissem as suas determinações, numa negociata entre votos e cargos onde quem não der tem o pescoço cortado.

Por isso, foi ridículo o espetáculo farsesco da votação que rejeitou o parecer original, a leitura relâmpago do novo parecer encomendado pelo governo, feito pelo tucano defensor do mineirinho Aécio e filho do Ministro da Justiça do último ditador brasileiro e a vitória no primeiro round de uma luta que deve continuar no plenário no próximo dia 2 de agosto.

Por isso as próximas semanas serão de intensas negociações e discussões. Porque até agosto muita coisa pode acontecer nessa nossa república das bananas, novos aliados de Temer podem ser presos, novas delações podem implicar ainda mais o frágil governo e novas denúncias podem pressionar um pouco mais os suscetíveis parlamentares.

A tropa de choque de Temer pode mesmo impedir que o presidente seja investigado pelo STF por corrupção passiva, mas a derrota de Temer ainda é muito mais provável. Afinal, tudo indica que vem aí as denúncias de corrupção envolvendo a empresa dos amigos e as propinas o coronel e, claro, no plenário nenhum deputado poderá ser trocado, como o governo fez com 16 deputados na CCJ, e que podem querer vingança.

Por isso, nós, os desavisados botocudos, podemos até achar que temer venceu. Mas moralmente, ele sofreu uma derrota estrondosa e deixou claro que aquela régua a que eu me referi no início desse comentário, definitivamente, quebrou.

Assista ao comentário

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=ToKr0wP1q6I[/embedyt]

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp