Três homens são presos após briga generalizada em alojamento de pomar em Vacaria

Mais de 1.300 trabalhadores temporários estão no local, para a colheita da maçã, às margens da BR-285

Publicado por
10:19 - 11/03/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Bento Gonçalves

Imagem Ilustrativa

A Brigada Militar de Vacaria atendeu, por volta das 21h deste domingo, dia 10, uma ocorrência de briga generalizada em um alojamento de um pomar, nas margens da BR-285.

Os policiais foram acionados após informações ao 190 de que estaria ocorrendo um tumulto com agressões envolvendo acampados da colheita da maçã. Conforme o registro policial, no local estão cerca de 1.300 pessoas alojadas.

As guarnições identificaram algumas das pessoas que estavam em desordem, sendo que três homens envolvidos na briga foram detidos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

Polícia permanece na área de conflito no alojamento

Conforme o comandante do CRPO/Nordeste, Coronel Luiz Fernando Becker, a empresa informou que vai encerrar o contrato com todos os envolvidos. As equipes da Brigada Militar permaneceram no local aguardando que todos homens envolvidos embarcassem em ônibus com destino às cidades de origem. Ainda conforme o comandante, essa medida foi acordada entre as forças de segurança e a empresa para evitar novos conflitos.

Nota Oficial

Às 17h desta segunda, a empresa RASIP, contratante dos trabalhadores envolvidos na ocorrência, encaminhou ao Portal Leouve nota sobre o caso por meio de sua assessoria de comunicação. Confira a íntegra:

A RASIP informa que um incidente ocorreu na noite deste domingo, 10/03, envolvendo colaboradores temporários alojados em Vacaria para a temporada de colheita de maçã da empresa. O desentendimento aconteceu no dia designado ao descanso dos trabalhadores.

Após o retorno ao alojamento, um grupo iniciou uma briga, cuja causa ainda está sob investigação. A empresa, imediatamente ciente da situação, acionou as autoridades locais, colaborando estreitamente para assegurar a segurança e o bem-estar de todos os envolvidos. Esta rápida intervenção foi crucial para controlar a situação, resultando em ferimentos leves para três colaboradores, os quais já foram prontamente atendidos e estão recebendo cuidados médicos adequados. É importante destacar que a RASIP tem atualmente mais de 2.000 trabalhadores temporários atuando na colheita da maçã, que já está em sua fase final.

A prioridade da empresa é a segurança e o bem-estar de todos os colaboradores. O Departamento de Recursos Humanos estará dedicando esforços contínuos ao longo da noite para atender às necessidades dos colaboradores, assegurando que todos os procedimentos sejam realizados com o máximo de cuidado e respeito.

A RASIP juntamente com a polícia local está comprometida em conduzir uma investigação completa do incidente e em tomar as medidas apropriadas. Reafirmamos nosso compromisso com a manutenção de um ambiente de trabalho seguro e respeitoso para todos”.

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp