Temporal causa estragos no interior de Caxias do Sul

Conforme a prefeitura, Galópolis e Vila Cristina foram as localidades mais afetadas

Publicado por
12:44 - 16/06/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Prefeitura já atua para reparos no interior caxiense (Foto: SMOSP/Divulgação)

Prefeitura já atua para reparos no interior caxiense (Foto: SMOSP/Divulgação)

Um levantamento apresentado pela Prefeitura de Caxias do Sul apontou os estragos causados pelo forte temporal do final da noite de quinta-feira (15) e início de sexta (16) no interior do município. Conforme informações da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Smosp), os maiores registros foram em Galópolis e Vila Cristina. De acordo com a coordenadoria distrital, que atua por meio das subprefeituras, a maioria dos estragos está relacionada ao acúmulo de água nas vias, deslizamentos de terra e quedas de árvores.

A Estrada Municipal Maribel, em Galópolis, que estava obstruída por queda de barreiras, teve a passagem liberada no final da manhã. Em Vila Cristina, as equipes da subprefeitura estão com trabalho concentrado na liberação das estradas vicinais obstruídas e de acúmulo de água em pistas. Em alguns pontos há falta de energia.

O secretário de Obras e Serviços Públicos, Norberto Soletti, ressaltou que todas as subprefeituras estão atentas aos chamados e realizando rondas permanentes em pontos críticos e de atenção. No entanto, ressalta que os incidentes, até então mapeados, são considerados como situações leves a moderadas.

No bairro de Ana Rech foram registradas algumas quedas de árvores de pequeno porte e acúmulo de água e lama em alguma nas estradas de terra, porém, nada de excepcional foi observado e a situação está sob controle. Já em Fazenda Souza, uma propriedade localizada na Estrada Municipal Domingos Mazzochi, na localidade de São Brás, ficou alagada devido ao entupimento de um bueiro que coleta águas provenientes de um ponto mais alto. Equipes estão trabalhando no local para solucionar o problema.

No bairro Forqueta ocorreram incidentes na Estrada da Uva, com alguns desmoronamentos leves de terra nos acostamentos. A subprefeitura já removeu o material e as equipes continuam trabalhando na área. Outro incidente ocorreu na altura da comunidade São Valentim, em uma estrada vicinal utilizada como acesso a propriedades agrícolas. No local ocorreu um deslizamento de terra e material orgânico bloqueando o acesso. As equipes já fizeram a avaliação e estão monitorando a área, que ainda aguarda serviço para remoção efetiva.

No Desvio Rizzo, foi realizada uma ação de desobstrução de uma boca de lobo na Rua Abel Postali esquina com a Rua Antônio Boscardim, no bairro Cidade Nova. No local, foram removidos detritos trazidos pela água. As demais subprefeituras não tiveram registros de incidentes relevantes até o momento.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp