Segunda rodada de negociação do comércio evolui, mas ainda não viabiliza acordo

Sindicomerciários e Sindilojas Caxias apresentaram novas propostas, envolvendo reajuste e cláusulas sociais

Publicado por
12:33 - 04/08/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Segunda rodada de negociação do comércio evolui, mas ainda não viabiliza acordo

(Foto: Lisiane Zago/Divulgação)

Nesta sexta-feira (4), a negociação entre o Sindilojas Caxias e do Sindicato dos Empregados no Comércio de Caxias do Sul (Sindicomerciários) para a negociação salarial 2022/2023 dos municípios de Caxias do Sul, Flores da Cunha, Nova Pádua e São Marcos foi retomada.

Na segunda rodada da CCT 2022/2023 não foi possível estabelecer um acordo entre os sindicatos laboral e patronal. O Sindilojas Caxias ofereceu duas propostas: envolvendo 100% do INPC e mantendo as cláusulas sociais ou ganho real no piso salarial, com congelamento dos prêmios, ampliação do Banco de Horas para 180 dias, da jornada de trabalho em domingos e feriados com a abertura do comércio no dia 1º de maio, preservando o Natal e o 1º de janeiro.

De acordo com o presidente do Sindilojas Caxias, Rossano Fernando Boff, representante legal dos empresários do comércio varejista ainda é preciso buscar o consenso com o sindicato laboral: “Estamos vivendo uma realidade econômica de retração em que a preocupação dos empresários é a manutenção dos postos de trabalho. Nós oferecemos 100% do INPC e ganho real no piso salarial. De minha parte, acredito na sensibilidade do sindicato laboral para que possamos entrar em consenso em uma próxima rodada”, afirma.

Uma nova reunião deve ocorrer ainda em agosto e será posteriormente divulgada.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp