Secretaria da Saúde de Caxias busca reduzir espera por procedimentos especializados

Atualmente, a demanda reprimida é de 7,7 mil cirurgias eletivas para pacientes da cidade

Publicado por
08:11 - 15/07/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Secretaria da Saúde/Arquivo/Divulgação)

Com uma demanda reprimida de 7,7 mil cirurgias eletivas para pacientes de Caxias do Sul e 2,1 mil para de outros municípios que precisam realizar os procedimentos em hospitais da cidade, além de 10,5 mil exames especializados, e 26,5 mil consultas com especialistas, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) está buscando soluções para reduzir essas filas. De acordo com a pasta, a proposta está em fase de busca de hospitais interessados em realizar os atendimentos.

Conforme a SMS, a estimativa é de realizar cerca de 2,3 mil exames especializados, 660 cirurgias e 12,3 mil consultas com especialistas. Além disso, é projetado ampliar de 156 para 186 o número de aparelhos auditivos implantados ao mês. O projeto foi elaborado pelo Departamento de Avaliação, Controle, Regulação e Auditoria (Dacra), com base nas demandas reprimidas em cada especialidade. Ainda não há data prevista para início.

“Assim como os mutirões que realizamos periodicamente, esta é mais uma iniciativa que estamos buscando para diminuir o tempo de espera para quem precisa de algum atendimento que não é urgente. São melhorias em que estamos trabalhando em todas as esferas, desde a Atenção Primária, que em breve terá a nova central telefônica para agendamento de consultas, até os procedimentos especializados”, detalha a secretária municipal da Saúde, Daniele Meneguzzi.

O projeto será custeado com R$ 6.206.155,90 provenientes da Portaria Nº 769 de 28 de junho de 2023, do Governo Federal, por intermédio do deputado federal Maurício Marcon. A Secretaria da Saúde também prevê, para o segundo semestre de 2023, a realização de mutirões de consultas e de pequenas cirurgias, a exemplo dos anos anteriores.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp