Resgatado, gambá com mais de 150 mil seguidores em rede social está com obesidade mórbida

Informação é do Ibama, que faz o tratamento do animal após denúncia

Publicado por
17:18 - 15/06/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Animal tem dificuldade de locomoção (Foto: Reprodução)

O gambá apreendido pela Polícia Civil e pelo Comando Ambiental de Montenegro no último dia 6 tem obesidade mórbida. A informação é do Ibama. O animal foi resgatado a partir de denúncia anônima à Delegacia do Meio Ambiente de Porto Alegre.

O animal, chamado Emílio, era mantido dentro de casa, e a imagem dele era usada em perfis nas redes sociais com mais de 150 mil seguidores. A mulher que mantinha o animal  em casa, a fotógrafa Schanacris Braga, relatou que o resgatou o animal ferido e ainda muito pequeno.

Schanacris argumentou que o deixava em ambiente interno “pois ele ficou manso e os caninos são deficientes.” Entretanto, conforme a lei, manter animais silvestres, como o gambá, sem autorização é crime e ela será investigada.

Após o resgate, o gambá foi enviado ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Porto Alegre. A condição dele inspira cuidados por conta do peso. O animal não consegue se deslocar e está com faixas metabólicas alteradas. Por conta disso, a investigação também irá averiguar possíveis maus-tratos.

O Ibama ainda afirma que a alimentação oferecida ao gambá não era adequada. Ele era alimentado com leite em pó sem lactose, papinha de bebê, frutas e ração para gatos e cães.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp