Receita Federal apreende aranha-do-mar enviada pelo correio no RS

A encomenda, que estava sendo transportada em uma caixa de papelão, havia sido despachada como um livro com destino a Minas Gerais

Publicado por
09:01 - 26/04/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Receita Federal/Divulgação

A Receita Federal apreendeu, nesta terça-feira (25), uma aranha-do-mar despachada pelos Correios em Chuí, fronteira com o Uruguai, no Sul do RS. De acordo com a Receita Federal, o animal já estava morto quando foi encontrado. A encomenda, que estava sendo transportada em uma caixa de papelão, havia sido despachada como um livro com destino a Minas Gerais.

Os agentes da Receita Federal entraram em contato com o Núcleo de Fauna do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) do estado. Uma análise preliminar indicou que se tratava de uma aranha-do-mar da espécie Colossendeis megalonyx, pertencente a um gênero que inclui animais com envergadura de 40 a 50 centímetros, normalmente encontrados no fundo do oceano.

Como não havia documentação que comprovasse a legalidade da entrada do animal no Brasil, foi considerada uma entrada irregular. A aranha-do-mar morta será entregue ao Ibama, que conduzirá uma investigação para determinar a procedência do animal.

Caso seja confirmado que se trata de uma espécie exótica, cuja introdução e criação são proibidas no país, os envolvidos responderão pela infração de biopirataria, conforme estabelecido pela Receita Federal.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp