ProUni abre as inscrições para bolsas acadêmicas; veja como concorrer

Prazo encerra em 1º de fevereiro

Publicado por
08:42 - 29/01/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
ProUni abre as inscrições para bolsas acadêmicas; veja como concorrer

Prazo encerra em 1º de fevereiro | Foto: Alina Souza / Correio do Povo/ reprodução

A partir desta segunda-feira (29), candidatos poderão se inscrever para ofertas de estudos acadêmicos utilizando bolsas integrais ou parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni). O prazo se encerra em 1º de fevereiro.

Com processos seletivos realizados no 1° e no 2° semestre de cada ano no país, a novidade desta edição 2024 é o aumento no número de vagas para as graduações nos cursos de Direito e Medicina. As inscrições são feitas por meio do Portal Único de Acesso ao Ensino Superior. E a divulgação dos resultados ocorrerá em duas chamadas: dia 6 de fevereiro, de pré-selecionados (1ª chamada); e em 27 de fevereiro (2ª chamada).

A concorrência às bolsas, no entanto, envolve critérios. Assim, para participar do processo seletivo do ProUni é necessário que o candidato tenha: participado da edição de 2022 ou 2023 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); e obtido nota igual ou superior a 450 pontos na média das cinco provas do Enem, e tirado nota acima de zero na prova de Redação. E não pode ter participado do Enem como treineiro (quem não concluiu o Ensino Médio e faz o exame para treinar e avaliar conhecimentos).

Além disso, é preciso atender a pelo menos uma das seguintes condições: pessoa com deficiência; professor da rede pública de ensino, exclusivamente para cursos de licenciatura e Pedagogia voltados à formação para Educação Básica; aluno do Ensino Médio integralmente em escola pública ou da rede privada na condição de bolsista. E existem critérios de renda, exceto ao candidato professor da rede pública.

Para bolsa integral, a renda familiar bruta mensal per capita não pode exceder a 1,5 salário mínimo. E para bolsa parcial, a renda familiar bruta não pode passar de 3 salários mínimos.

A inscrição exige dados cadastrais próprios e do grupo familiar. E o candidato deve selecionar, por ordem de preferência, até duas opções de IES; local; curso; turno; tipo de bolsa e modalidade de concorrência, conforme os critérios de renda.

*Fonte: Correio do Povo

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp