Prefeitura vai transferir bairro completamente destruído pela enchente em Cruzeiro do Sul

Administração do município estuda a apropriação de um terreno mais distante do Rio Taquari para transferir as 5.200 pessoas desalojadas

Publicado por
16:56 - 08/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Reprodução

Com cerca de mil casas completamente destruídas pela recente enchente e 5.200 pessoas desalojadas, autoridades locais decidiram agir rapidamente para enfrentar a crise e reconstruir as comunidades afetadas. O prefeito João Dullius anunciou na manhã desta terça-feira (7) que a cidade está se preparando para adquirir um novo terreno destinado à reconstrução das residências atingidas.

A iniciativa visa garantir que as famílias desabrigadas tenham um local seguro e estável para reconstruir suas vidas, evitando áreas de risco que possam ser novamente prejudicadas por futuras cheias do Rio Taquari. O prefeito enfatizou a importância de não permitir que a população retorne a investir em regiões vulneráveis, reiterando a necessidade de precaução diante dos riscos de desastres naturais.

Além disso, Dullius expressou sua esperança de que os governos estadual e federal cumpram com as promessas de auxílio e apoio às vítimas da enchente. Atualmente, Cruzeiro do Sul ainda enfrenta desafios significativos, com áreas da cidade ainda sem energia elétrica e o abastecimento de água interrompido. No entanto, as autoridades locais estão trabalhando para resolver esses problemas e esperam que os serviços sejam gradualmente restaurados nos próximos dias.

A prefeitura de Cruzeiro do Sul anunciou planos concretos para a reconstrução das comunidades afetadas. Em entrevista à Rádio Independente, o prefeito João Dullius revelou que um grupo está avaliando a possibilidade de desapropriação de áreas na Linha Primavera para a construção de novas moradias.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp