Pet SOS: Plataforma permite que voluntários cadastrem animais perdidos nas enchentes no RS

Até o momento, mais de 1.730 pets foram cadastrados em diversas cidades, especialmente na Região Metropolitana. Segundo os desenvolvedores, diariamente estão surgindo entre 300 e 400 animais perdidos de seus donos

Publicado por
17:36 - 16/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Site Pet SOS/Reprodução)

Como forma de promover reencontros entre pets e tutores atingidos pelas enchentes no Rio Grande do Sul, uma plataforma está disponível para que voluntários realizem o cadastro de animais que esperam seus donos nos abrigos ou em lares temporários. O site Pet SOS pode ser acessado clicando aqui. Ao resgatar um pet, os usuários podem cadastrar suas informações na plataforma, onde ficarão armazenadas e disponíveis para consulta.

A iniciativa é dos quatro amigos Diogo Paniz, Eduardo Morais, Davi Vital e Zelmar Dalla Vechia, que viram a oportunidade de auxiliar da melhor maneira possível no momento desolador também aos animais. A ideia surgiu após o resgate de inúmeros cães e gatos perdidos de seus donos durante as enchentes no RS.

“Praticamente planejamos em um dia e no outro, desenvolvemos para as pessoas já começarem a utilizar. A ideia surgiu, basicamente, em um bate-papo entre nós”, explica Diogo Paniz, um dos desenvolvedores da plataforma.

Os quatro trabalham com tecnologia. Zelmar e Eduardo são desenvolvedores, enquanto Diogo desempenha a função de engenharia de dados, e Davi como desenvolvedor full stack. Assim, o mapeamento e as funções de facilidades do Pet SOS foi colocado no ar de forma ágil e totalmente voluntária. Além disso, eles contam com apoio da empresa Vida Real Assessoria, que realiza o marketing de suas redes e atua na divulgação do site.

Até o momento, mais de 1.730 pets foram cadastrados em diversas cidades, especialmente na Região Metropolitana. Segundo os desenvolvedores, diariamente estão surgindo entre 300 e 400 novos animais.

“A ideia é facilitar o acesso a todos. Por isso, disponibilizamos um tutorial de como utilizar a plataforma. O primeiro passo é fazer um upload da imagem do animal encontrado. Após o registro, o animal entra para a base de dados, permitindo que os usuários busquem por ele utilizando uma plataforma que também utiliza inteligência artificial para refinar as pesquisas”, amplia Diogo, falando sobre as facilidades do site.

O usuário que procura o animal pode buscar também por características específicas, como, por exemplo, por um cachorro preto com manchas brancas, de estatura mediana e com um corte na orelha. Essa funcionalidade se mostra particularmente útil para localizar os animais. Além disso, estão em desenvolvimento novas ferramentas que visam aprimorar ainda mais esse processo de busca e identificação.

(Foto: Site Pet SOS/Reprodução)

Conheça o Pet SOS RS e como utilizá-lo

Desenvolvido com uma interface intuitiva, o site oferece uma experiência de uso simples e eficaz para todos os usuários. Uma das principais características da plataforma é o seu sistema de Inteligência Artificial (IA), que facilita o reconhecimento das características do animal, agilizando o processo de cadastro.

Para aqueles que perderam um animal de estimação, a plataforma oferece uma ferramenta de busca avançada. Os usuários podem selecionar filtros específicos, como cor, porte, sexo e outras características, e o sistema de IA da Pet SOS apresentará todos os animais cadastrados que correspondem aos critérios escolhidos.

Além disso, a Pet SOS convoca voluntários para auxiliar no cadastramento dos animais resgatados. Toda ajuda é bem-vinda para ampliar o alcance da plataforma e aumentar as chances de reunir animais perdidos com seus tutores.

Com a combinação de tecnologia e solidariedade, a Pet SOS se destaca como uma ferramenta indispensável para a proteção e bem-estar dos animais de estimação.

Qualquer dúvida sobre a plataforma podem ser obtidas no Instagram @petsosrs

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp