Perspectivas econômicas: Inflação em baixa, PIB em alta e estabilidade nas taxas para o Brasil

Os dados constam no Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central

Publicado por
13:39 - 11/12/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Perspectivas econômicas: Inflação em baixa, PIB em alta e estabilidade nas taxas para o Brasil. (Foto: Reprodução)

Perspectivas econômicas: Inflação em baixa, PIB em alta e estabilidade nas taxas para o Brasil. (Foto: Reprodução)

O Boletim Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira (11) revela ajustes nas perspectivas do mercado financeiro para a economia brasileira. Houve uma redução na projeção da inflação para este ano, com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passando de 4,54% para 4,51%.

A meta central de inflação para 2023, estipulada pelo Conselho Monetário Nacional, é de 3,25%, considerando-se cumprida se o índice variar entre 1,75% e 4,75%.

Para 2024, a estimativa de inflação teve um leve aumento, passando de 3,92% para 3,93%, enquanto a meta central para esse ano é de 3%, aceitando-se uma oscilação entre 1,5% e 4,5% para cumprimento formal.

Quanto ao Produto Interno Bruto (PIB), as projeções indicam um aumento na expectativa de crescimento de 2,84% para 2,92% em 2023, e de 1,50% para 1,51% em 2024.

Em relação à taxa básica de juros, os economistas mantiveram suas estimativas para o final de 2023 e 2024 em 11,75% e 9,25% ao ano, respectivamente. Atualmente, a taxa Selic está em 12,25%, após três reduções consecutivas promovidas pelo Banco Central.

Quanto à taxa de câmbio, as projeções indicam uma redução, com a expectativa de encerramento de 2023 passando de R$ 4,99 para R$ 4,95. Para o final de 2024, a estimativa caiu de R$ 5,03 para R$ 5.

Perspectivas

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp