Perícia busca família de homem que morreu após ser agredido em Caxias do Sul

Adelar José Siebeneichler, 61 anos, ficou em torno de um mês internado. Ele é natural de Venâncio Aires e vivia em situação de rua

Publicado por
17:18 - 12/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Perícia busca família para liberação do corpo de homem que vivia em situação de rua, em Caxias

Foto: reprodução/IGP

O Instituto-Geral de Perícias (IGP) de Caxias do Sul tenta localizar os familiares de Adelar José Siebeneichler, 61 anos, para reconhecimento e liberação do corpo. O homem, que é natural de Venâncio Aires, morreu de trauma cranioencefálico e complicações decorrentes, nesta sexta-feira (12). Ele havia sido agredido e ficou em torno de um mês internado no Hospital Pompéia. Segundo a perícia, Siebeneichler vivia em situação de rua.

Na tarde desta sexta-feira, o IGP realiza a necropsia, devido aos ferimentos terem sido causados por ato violento. O corpo deve ficar armazenado no posto médico-legal pelo prazo máximo de uma semana. As circunstâncias das agressões serão apuradas pela 1ª Delegacia de Polícia.

Os telefones para contato com o IGP são: (54) 3212.4199 e 3212 3007, ramal 21. A sede fica na Rua Quintino Bocaiúva, S/N, no bairro Petrópolis, ao lado do biotério da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp