Obras do novo Canil Municipal de Caxias do Sul estão previstas para o início de 2023

Leia mais RS tem 81 pontos próprios para banho e dez impróprios Campanha alerta sobre riscos da colheita antecipada do…

Publicado por
09:13 - 16/08/2022

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Obras do novo Canil Municipal de Caxias do Sul estão previstas para o início de 2023

Foto: Mateus Argenta/ Divulgação

As negociações do novo terreno, onde será construído o Canil Municipal de Caxias do Sul, estão de vento em popa. A primeira permuta já foi oficializada e aprovada pela Câmara de Vereadores, ainda em 18 de julho. Entretanto, a documentação é burocrática e por isso, as obras estão previstas para começar em 2023.

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente realizou negociações com o proprietário de uma grande área na Linha Luciana, Colônia Sertorina, próximo à Estrada dos Romeiros, entre Caxias do Sul e Farroupilha. O total do terreno é 20 hectares, contudo, a permuta foi de 50 mil metros quadrados (5 hectares), onde será o novo Canil, por um terreno da prefeitura localizado no bairro Santa Lúcia, em Caxias. O terreno, segundo o secretário de Meio Ambiente, João Osório, estava ocioso na área urbana do município, correndo o risco de ser invadido.

” Uma área 2 mil metros quadrados, localizada no bairro Santa Lúcia, estava ociosa pelo município, com risco de invasões, foi trocada por 5 hectares, onde condições de acolher o novo canil. As duas partes saíram ganhando, porque o empreendedor pode usar, é menor a área mas é urbana, da pra fazer um empreendimento. E, nós fazemos o canil, o atual tem 1,7 hectares, então é bem maior e a gente poderá dispor melhor os animais, numa área com mais espaços e construção mais moderna.”

Após a aprovação unanime pelo legislativo, criando o projeto de lei 83/2022, é necessário fazer uma nova escritura, desmembrando os 5 hectares permutados, dos demais que o proprietário tem. Por isso, segundo Osório, a expectativa é que as obras de construção civil, no novo espaço, comecem apenas no início de 2023.

“Eu acredito que as negociações vão até o final do ano e a partir do ano que vem a gente começa a trabalhar com a questão da construção civil, propriamente dito. O próximo passo é colocar o projeto em execução e partir para uma segunda permuta. O atual canil é uma área muito nobre, mas não é adequada para um canil e sim para empreendimentos mobiliários. Tem uma empresa do lado que demonstrou interesse e deverá comprar a área do atual canil e trocar pela construção do novo”.

Além do Canil, o mesmo espaço sediará o Parque de Proteção Animal, onde vai recolher animais de grande porte e também permitir que a prefeitura use como reposição ao meio ambiente. A área está a 8,3 quilômetros da região central da cidade e a 780 metros da Estação de Tratamento (ETE) Samuara, do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), o que, facilita no manejo de efluentes, gerados na limpeza das baias. (Câmara de Vereadores).

Proximidades do novo Parque de Proteção Animal

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp