Número de vítimas de suicídio é maior entre os homens em Caxias do Sul

Conforme o levantamento divulgado nesta terça-feira (04) pela Secretaria de Saúde de Caxias do Sul, durante todo o ano passado…

Publicado por
22:16 - 04/09/2018

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Secretaria da Saúde promove I Jornada de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio. Foto: Reprodução

Conforme o levantamento divulgado nesta terça-feira (04) pela Secretaria de Saúde de Caxias do Sul, durante todo o ano passado foram registrados 48 suicídios e 351 tentativas. O primeiro semestre deste ano já contabiliza 189 pessoas que tentaram tirar a própria vida, com 22 mortes, segundo dados do Sistema de Informações sobre Agravos de Notificação (Sinan) e do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM).
Segundo o balanço do setor de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (Dants) da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o número de tentativas de suicídio na cidade é maior entre mulheres adultas (20 a 59 anos).

Secretaria da Saúde promove I Jornada de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio. Foto: Reprodução

Em relação aos óbitos, os homens adultos são as principais vítimas. Do total de mortes por esta causa neste primeiro semestre de 2018, 17 ocorreram entre pessoas do sexo masculino. A forma de violência mais utilizada pelas pessoas que atentam contra a própria vida é a ingestão excessiva de medicamentos.

Baseado nestes números a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) se integra às atividades alusivas ao Setembro Amarelo e promove a I Jornada de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio. O evento será realizado dia 18 de setembro, das 8h30 às 16h30, na Universidade de Caxias do Sul, auditório do bloco J. A ação é destinada a profissionais da saúde e de outras áreas afins, como Educação e Assistência Social. A participação é gratuita, mas é necessário inscrever-se antecipadamente pelo telefone (54) 3290.4494.

As atividades iniciam às 8h30, com uma acolhida. Às 9h, abertura oficial. Em seguida, apresentação do Grupo de Trabalho Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio, formado por integrantes da SMS com o objetivo de propor ações de prevenção em Caxias do Sul, com base nas diretrizes nacionais sobre o tema.

Às 9h30, Cláudia Weyne Cruz, professora da Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul, fala sobre Suicídio – resgate histórico e concepção do fenômeno. Depois, representantes do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS/RS) e da Vigilância Epidemiológica da SMS apresentam a situação do suicídio no Estado e em Caxias do Sul. O tema Automutilação e comportamento suicida na adolescência será abordado por Sara Sgobin, psiquiatra da Secretaria de Saúde de Campinas (SP), a partir das 11h.

A programação da tarde inicia às 13h15, com uma apresentação artística. Às 14h15, Luciano Marques de Jesus, professor da Escola de Humanidades da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, fala sobre Sentido da vida e suicídio. Para encerrar, o médico André Bendl compartilha as experiências exitosas de prevenção do suicídio implementadas na atenção básica no município gaúcho de Riozinho.

A enfermeira Eliane Lipreri, uma das organizadoras dessa iniciativa, afirma que o objetivo da Jornada é abrir um espaço para reflexão e discussão dos fatores condicionantes e determinantes do suicídio. “A informação é a melhor forma de prevenção. Ao contrário do que muitos pensam, precisamos, sim, conversar sobre este tema”, declara.
Tema é abordado pela rede básica de saúde

Durante este mês, o tema suicídio também está sendo abordado com os usuários das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), por meio de palestras, rodas de conversa, orientações em sala de espera, entre outras atividades.

Nesta quarta-feira (05/09), a UBS Salgado Filho realiza roda de conversa com alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Prefeito Luciano Corsetti. Neste mesmo dia, será construída a proposta de criação de um grupo de valorização da vida, com os estudantes. Na UBS Planalto Rio Branco, serão realizadas pequenas palestras informativas, ministradas por acadêmicas de Psicologia aos usuários que aguardam por atendimento, todas as sextas-feiras deste mês.

A UBS Mariani, com o apoio de acadêmicos de Enfermagem e de Psicologia, trabalhará o tema com os alunos das escolas municipais Paulo Freire e Érico Cavinato, em diferentes encontros no decorrer deste mês. Durante esses encontros, os jovens também serão estimulados a representar seus sentimentos em cartazes, faixas, diários e outras expressões artísticas. De 24 a 28 de setembro, os trabalhos serão expostos na UBS, para compartilhamento da experiência com os demais usuários.

Em Caxias do Sul, todas as Unidades Básicas de Saúde, o Pronto Atendimento 24h, a Unidade de Pronto Atendimento 24h, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e os serviços de Saúde Mental da rede municipal estão preparados para auxiliar as pessoas em sofrimento psíquico. Além disso, o Centro de Valorização da Vida (CVV), parceiro da SMS, promove uma escuta qualificada às pessoas em sofrimento psíquico, por meio do telefone 141.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp