Novo sistema nacional de alerta de emergências climáticas será implantado até dezembro

Sistema emitirá alertas com sons e mensagens no celular

Publicado por
15:42 - 22/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Novo sistema nacional de alerta de emergências climáticas será implantado até dezembro. (Imagem: Reprodução)

Novo sistema nacional de alerta de emergências climáticas será implantado até dezembro. (Imagem: Reprodução)

Até o final de dezembro, as regiões Sul e Sudeste do Brasil contarão com um novo sistema nacional de alerta de emergências climáticas. Antes disso, o sistema será testado pela Defesa Civil em dez municípios brasileiros selecionados com base no histórico de desastres e na capacidade das Defesas Civis locais.

As informações foram divulgadas pelo superintendente da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), Gustavo Borges. “A expectativa é de que a gente consiga expandir até o próximo verão para todos os Estados das regiões Sul e Sudeste. A gente trabalha para que tenha essa expansão até novembro, dezembro, e que já esteja à disposição das Defesas Civis“, declarou Borges.

O novo sistema inovador emitirá alertas com sons e mensagens em formato pop-up nos celulares, sobrepondo-se ao conteúdo exibido na tela. “O importante é que essa mensagem não requer um cadastro do usuário. Então, se você estiver com um celular compatível, com uma rede 4G e 5G e em cobertura, essa mensagem vai chegar para você“, explicou Borges.

A operação do sistema será de responsabilidade da Defesa Civil, que delimitará áreas em situação de risco para emitir o sinal de alerta. Qualquer celular compatível e com cobertura dentro do perímetro receberá a notificação automaticamente.

De acordo com Borges, celulares comprados a partir de 2020 já são compatíveis com a nova tecnologia, que funcionará nas redes 4G e 5G.

Alertas via SMS

Atualmente, os alertas são enviados pela Defesa Civil através de mensagens SMS, que requerem o cadastro prévio dos usuários, informando os CEPs de interesse. “Ocorre que, por exemplo, você tem diversas movimentações, sai de municípios, troca de Estado, está em outros locais. Essa é uma fragilidade hoje do SMS, enquanto o cell broadcast [novo sistema] vai identificar todas as pessoas que estiverem naquela região de risco mesmo que você não tenha feito um cadastro e vai disparar a mensagem“, afirmou Borges.

No entanto, ele ressaltou que o SMS continuará a ser utilizado pela Defesa Civil para a emissão de alertas. O novo sistema será acionado apenas em situações de alto risco.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp