Nova Petrópolis confirma realização do 51º Festival Internacional de Folclore

De 19 de julho a 4 de agosto, a cidade abraça a diversidade cultural de diferentes povos em um evento solidário, com ações voltadas às necessidades do Rio Grande do Sul

Publicado por
12:50 - 10/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Nova Petrópolis confirma realização do 51º Festival Internacional de Folclore. (Foto: Divulgação)

Nova Petrópolis confirma realização do 51º Festival Internacional de Folclore. (Foto: Divulgação)

“A diversidade é o que nos une e fortalece nosso legado”. O lema do Festival Internacional de Folclore de Nova Petrópolis em 2024 representa muito da motivação e decisão por manter a realização do maior evento cultural da Serra Gaúcha, mesmo com as dificuldades enfrentadas após a maior catástrofe climática já registrada no Estado. De 19 de julho a 4 de agosto, Nova Petrópolis abraça a diversidade cultural de diferentes povos em um evento solidário, com ações voltadas às necessidades do Rio Grande do Sul.

“Em meio a tudo que estava acontecendo no nosso Estado, e diante das dificuldades que a nossa cidade enfrenta, decidimos manter o nosso Festival Internacional de Folclore como um voto de esperança pela retomada da economia de Nova Petrópolis. Esse é um dos nossos eventos mais importantes, que traz milhares visitantes, e é nossa maneira de mostrar que a cidade continua aqui, firme e hospitaleira, de braços abertos para receber a todos, como expressamos com o lançamento da campanha “Abrace Nova Petrópolis”. Então venham nos visitar!”, afirmou o prefeito Jorge Darlei Wolf.

Para a diretora do Departamento de Cultura, Jussara Prates, realizar o 51º Festival Internacional de Folclore foi uma decisão analisada por vários aspectos e considerando o forte impacto do evento na cultura e economia local, regional e internacional, Nova Petrópolis optou por realizá-lo, redimensionando e adaptando à realidade que estamos vivendo. “Os municípios que estão em condições de promover a arte, a cultura e a economia precisam fazer; o compromisso de abraçar e reestruturar o Rio Grande do Sul é de todos os brasileiros. Nova Petrópolis assume este compromisso e, por meio da cultura e todos os seus desdobramentos na economia, vai se realizar o 51º Festival Internacional de Folclore na esperança que o colorido e paixão de cada folclorista e visitante tragam de volta a alegria e a esperança para todos os gaúchos”, pontuou Jussara.

De 19 de julho a 4 de agosto, Nova Petrópolis irá promover um evento solidário, com ações voltadas às necessidades do Rio Grande do Sul. Segundo a diretora Jussara, Nova Petrópolis é uma Cidade Educadora e acredita que a Educação e a Cultura são pilares importantes no processo de reconstrução do Estado. Neste sentido, durante o 51º Festival Internacional de Folclore serão realizadas campanhas solidárias visando a coleta de livros e brinquedos.

“Queremos auxiliar os municípios que sofreram perdas de acervos das bibliotecas para que logo tenham seus equipamentos culturais em condições de uso. A campanha de coleta de brinquedos visa garantir que as crianças que passaram por este momento delicado se sintam abraçadas, acolhidas e voltem para as suas atividades da infância mais felizes e vislumbrando um futuro melhor”, explicou Jussara Prates.

O legado de força, coragem, recomeço, reconstrução e conquista deixado pelos imigrantes que desbravaram Nova Petrópolis será comemorado em 2024 durante o Bicentenário da Imigração Alemã no Brasil. Há 200 anos, os imigrantes também tiveram que começar de novo, como milhares de gaúchos neste momento.

A rainha do Folclore Alemão de Nova Petrópolis, Ana Luiza Kuhn, pontuou que a  51ª edição do Festival Internacional de Folclore terá o brilho da comemoração dos 200 Anos da Imigração Alemã durante a sua programação. Celebrar este marco é reconhecer e homenagear as contribuições significativas dos imigrantes alemães para a construção e o desenvolvimento do Brasil, além de promover uma reflexão sobre a importância da imigração e da diversidade cultural na formação da identidade nacional brasileira.

Foto: Divulgação

“Nosso evento contará com diversas atividades alusivas ao Bicentenário, destacando os legados que ainda preservamos com tanta força e amor. Tenho certeza de que os nossos antepassados sentiriam orgulho ao ver como mantemos vivas as tradições alemãs em nossas danças, música, culinária, arquitetura e língua em Nova Petrópolis e região. Será um evento magnífico, onde, além de valorizarmos a história da nossa cultura, celebraremos a rica história de tantos outros povos”, disse a Rainha do Folclore Alemão, Ana Luiza Kuhn, ao lembrar da força dos imigrantes alemães.

A Administração Municipal e a Associação dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs de Nova Petrópolis (AGDFA-NP) apresentarão as novidades, grupos confirmados e detalhes do 51º Festival Internacional de Folclore no dia 18 de junho, durante o lançamento oficial. “Será um momento exclusivo para autoridades, convidados e imprensa. E, a partir daí, divulgaremos tudo para a nossa comunidade e para os visitantes que receberemos. Promover o maior evento cultural da Serra Gaúcha é motivo de muito orgulho e absoluta importância para Nova Petrópolis e para o Estado neste momento”, declarou o presidente da AGDFA-NP, Cleiton Spengler.

O 51º Festival Internacional de Folclore de Nova Petrópolis é uma realização da Associação dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs e da Prefeitura de Nova Petrópolis. O evento integra o calendário anual da IOV – Organização Internacional de Folclore e Artes Populares, o calendário de eventos oficiais do Rio Grande do Sul e, em 2024, as comemorações alusivas ao Bicentenário da Imigração Alemão no Brasil. Mais informações em www.festivaldefolclore.com.br.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp