Neblina impede pouso de avião com ministro em Caxias do Sul e adia ordem de início para obras da ponte definitiva na BR-116

Agenda foi remarcada para a manhã desta terça-feira (4)

Publicado por
16:10 - 03/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Neblina impede pouso de avião com ministro em Caxias, e adia vistoria às obras da ponte provisória na BR-116

Ao menos dois, dos seis voos comerciais programados para esta segunda-feira, também não conseguiram pousar pelo mesmo motivo | Foto: Luca Roth/Grupo RSCOM

Reportagem atualizada às 17h40min desta segunda-feira (03)

A chegada do voo com o ministro dos Transportes, Renan Filho, a Caxias do Sul na tarde desta segunda-feira (03) foi impedida pela neblina. Após sobrevoar por cerca de 30 minutos em órbita no Aeroporto Regional Hugo Cantergiani, o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) VC99B alternou para o terminal de Florianópolis (SC) em razão das baixas condições de visibilidade.

A assessoria do ministro informou, às 17h30min, que a agenda foi transferida para a manhã desta terça-feira (4). Da capital catarinense, a equipe do governo voou para a Base Aérea de Canoas, de onde deve se deslocar de carro para a Serra novamente.

Renan Filho faria, na tarde desta segunda, uma vistoria às obras de preparação para instalação da ponte provisória na BR-116, entre Caxias do Sul e Nova Petrópolis, e assinaria a ordem de serviço para a ponte definitiva. Além disso, estava prevista para amanhã uma visita aos trechos da BR-470 que foram afetados pela chuva entre Bento Gonçalves e Veranópolis. Apenas a assinatura da ordem está mantida, de acordo com a assessoria de Renan Filho.

A aeronave da FAB partiu de Chapecó (SC) às 13h30min e chegou em Caxias por volta das 14h, quando enfrentou a adversidade climática. Ao menos dois, dos seis voos comerciais programados para hoje, também não conseguiram pousar pelo mesmo motivo, conforme a direção do aeroporto.

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp