Municípios da Serra Gaúcha estudam implantação de projeto antigranizo

Sistema, já implantado em treze municípios de Santa Catarina, usa iodeto de prata, que diminui de tamanho ou até elimina as pedras de gelo antes que elas atinjam as plantações

Publicado por
14:57 - 20/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Municípios da Serra Gaúcha estudam implantação de projeto antigranizo

Foto: Ícaro de Campos/ Divulgação

O projeto de instalação de um sistema antigranizo está em análise por diversos municípios da Serra Gaúcha. Nesta semana, representantes de prefeituras da região, Sindicato Rural e Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares se reuniram no Centro Administrativo, em Caxias do Sul, para conhecer os detalhes. O tema será aprofundado durante encontro marcado para o dia 1º de julho, às 14h, no auditório da Prefeitura de Caxias do Sul. Também serão convidados outros municípios da região, membros da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, Frente Parlamentar da Fruticultura e secretarias estaduais ligadas ao segmento.

O sistema será apresentado pela empresa Anti-Granizo Fraiburgo (AGF) Ltda. A iniciativa foi implantada em treze municípios de Santa Catarina, onde existe um convênio com a Secretaria Estadual da Agricultura. O sistema usa iodeto de prata, que diminui de tamanho ou até elimina as pedras de gelo antes que elas atinjam as plantações. A queima do iodeto de prata é feita por um gerador. Para saber quando ligar o equipamento, é preciso monitorar o tempo através de radar.

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA) defende a implantação do sistema. “Precisamos investir em ações que possibilitem ao agricultor conviver com os extremos do clima, para viabilizar a produção agrícola. Com as enchentes de maio vimos como é essencial que a agricultura sobreviva aos desafios climáticos. O setor precisa seguir em frente para garantir o abastecimento e a renda dos produtores rurais, que foram seriamente afetados”, afirma o secretário Valmir Susin.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp