Muçum sofre a 2ª maior enchente da história; cidade está 70% em baixo da água

De acordo com o prefeito, Mateus Trojan, a principal necessidade do município é água potável

Publicado por
19:31 - 19/11/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Muçum sofre a 2ª maior enchente da história; cidade está 70% em baixo da água

Foto: Prefeitura de Muçum / Divulgação / CP

Em menos de três meses, o município de Muçum, no Rio Grande do Sul, enfrenta uma nova enchente. A cidade está sem energia elétrica, sem fornecimento de água e a telefonia está retornando aos poucos.

De acordo com o prefeito, Mateus Trojan, a principal necessidade do município é água potável.

“Precisamos de doações de água potável, estamos sem. Precisamos, também, de produtos de limpeza e higiene, apoio de maquinários para lavar as ruas e retirar a lama de dentro das casas, além do apoio de caminhões pipa”, desabafa.

Cerca de 200 pessoas estão desabrigadas e ocupam espaços públicos. Muitas famílias buscaram refúgio em casa de amigos e parentes.

As equipes dos Corpos de Bombeiros executaram em média 20 resgates de pessoas que não se encontravam em perigo iminente, mas mesmo assim foram removidas.
“Cerca de 70% de Muçum foi atingido pela segunda maior enchente da história. Situação difícil, tivemos muitos deslizamentos devido à enxurrada”, lamenta Trojan.
As aulas no município, segundo gestão, estão suspensas nas redes públicas municipal e estadual devido à situação caótica em que o município se encontra. Já o Hospital está com lotação máxima, mas segue com todos os seus serviços em funcionamento.

Todas as doações devem ser direcionadas, exclusivamente, ao Salão Paroquial. Equipe do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) irá coordenar os serviços.

Fonte: Prefeitura de Muçum

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp