Marido é suspeito de matar mulher e arrancar cabeça a golpes de facão no MT

Maria Paulina de Mendonça, de 60 anos, foi assassinada a golpes de facão e teve a cabeça decepada supostamente pelo…

Publicado por
21:55 - 17/09/2018

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Suspeito confessou ao irmão que havia cometido o crime. Foto: Politec-MT

Maria Paulina de Mendonça, de 60 anos, foi assassinada a golpes de facão e teve a cabeça decepada supostamente pelo marido, Vagner Pereira Alves, de 25 anos, no sábado (15), em Tabaporã, a 643 km de Cuiabá.

Suspeito confessou ao irmão que havia cometido o crime. Foto: Politec-MT

Conforme o boletim de ocorrência, Vagner teria matado a companheira, arrancado a cabeça e colocado em uma sacola.

Em seguida, o suspeito foi até a casa do irmão dele e confessou, segundo a Polícia Civil, que havia matado a companheira e que a cabeça dela estava na sacola.
Os policiais encontraram o corpo de Maria Paulina no quarto da casa em que morava, no Bairro Morada do Sol. A cabeça, porém, não havia sido localizada.

Dentro da casa havia muito sangue, assim como no quintal. Os policiais relataram que seguiram um rastro de sangue que seguia pela rua por cerca de 400 metros.
Ao chegarem na casa do irmão do suspeito, ele disse que Vagner realmente havia falado que matou a companheira na noite anterior e que estaria com a cabeça dela na sacola, mas ele não havia acreditado.

Cerca de 50 metros após a casa do irmão do suspeito, a polícia localizou uma sacola azul jogada na calçada. Ao abrirem, se depararam com a cabeça de Maria Paulina.
O irmão do suspeito foi levado para a delegacia e, em seguida, Vagner foi visto por policiais na rua.Ele teria tentado fugir, foi algemado pelos policiais e levado para a delegacia.
Uma equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve no local e encaminhou o corpo ao Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Civil investiga o crime.

Fonte: ExpressoMT

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp