Ministro estima em seis meses entrega da nova ponte da BR-116 entre Caxias do Sul e Nova Petrópolis

Renan Filho assinou, na manhã desta terça, autorização para o início das obras da nova estrutura sobre o Rio Caí, que têm custo previsto de R$ 31 milhões

Publicado por
16:35 - 04/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Ministro estima em seis meses entrega da nova ponte da BR-116 entre Caxias do Sul e Nova Petrópolis

Renan Filho (E) foi recebido por autoridades locais | Foto: Francis Jonas Limberger/Prefeitura de Nova Petrópolis/divulgação

O ministro dos Transportes, Renan Filho, anunciou em seis meses o prazo para entrega da nova ponte definitiva sobre o Rio Caí, na BR-116, entre Caxias do Sul e Nova Petrópolis. O investimento previsto na nova estrutura, cujos trabalhos incluem a demolição da atual, é de R$ 31 milhões, e tem prazo contratual de oito meses de conclusão. A ordem de serviço foi assinada em conjunto com os prefeitos de Caxias do Sul, Adiló Didomenico, e de Nova Petrópolis, Jorge Darlei Wolf, na manhã desta terça-feira (3), no local das futuras obras.

“O contrato para construção é de oito meses, mas estamos conversando com o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) para usarmos essa ponte como símbolo da reconstrução do Rio Grande do Sul e da resiliência do povo gaúcho. Nós já temos os recursos e queremos entregá-la em no máximo em seis meses”, afirmou Renan Filho.

De acordo com o ministro, a nova travessia terá 180 metros de extensão e será um metro mais alta do que a anterior, que cedeu parcialmente no último dia 12 de maio em decorrências das chuvas. A pista também apresenta fissuras. Desde então, o trânsito está interrompido no local.

A ideia do novo projeto é haver menos pilares no curso do rio,  mais estreitos e longos, com sustentação profunda. Os trabalhos ficarão por conta da construtora Cidade, escolhida na sexta-feira passada (31).

Ponte metálica provisória

Enquanto isso, a retomada do trânsito entre as duas cidades deve ser atendida por uma ponte metálica provisória, que tem previsão de conclusão até o final de junho. A estrutura, de nome técnico Logistical Support Bridge (LSB), pode transpor vãos de no máximo 60 metros, e está sendo transportada em seis caminhões de Lages (SC) até a Serra.

Quando estiver operando, a passagem será orientada em pare e siga, com sentido único. A instalação será feita pelo Exército após a finalização do enrocamento das cabeceiras da ponte, nos lados de Vila Cristina e São José do Caí. O andamento do serviço também foi acompanhado pelo ministro Renan Filho nesta manhã.

Conversa entre ministro e prefeitos de Nova Petrópolis (E) e Caxias (C) | Foto: Francis Jonas Limberger/Prefeitura de Nova Petrópolis/divulgação
Foto: Marcio Ferreira/Ministério dos Transportes/divulgação

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp