Márcio Ferrari é reeleito presidente do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Farroupilha

Novo mandato, que inicia em 12 de agosto, tem duração até 2027

Publicado por
10:00 - 14/06/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
SINTRAFAR FARROUPILHA

Foto: Eduardo Garcia/Grupo RSCOM

O Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Farroupilha (Sintrafar), reelegeu seu atual presidente para os próximos quatro anos. A eleição foi realizada nos dias 5, 6, 7 e 9 de junho. Márcio Ferrari venceu a eleição de forma unânime na eleição que teve chapa única. Na vice-presidência, quem segue no cargo é a Suzana Maggioni Bertuol.

Ainda no mês de abril foi feita a escolha da comissão eleitoral, esta que foi composta por três associados. Ao todo foram contabilizados 178 votos dos associados que comparecem na sede do Sintrafar para contribuir com o pleito. O segundo mandato inicia no próximo dia 12 de agosto, se estendendo até 11 de agosto de 2027.

O presidente Márcio Ferrari disse estar contente com todo o processo que culminou com sua reeleição:

“Nós ficamos satisfeitos com a participação, reconhecimento do associado. Nós temos certeza que assim a nossa coordenação, nossa gestão perante a entidade está satisfazendo os associados e principalmente nós temos a certeza de estar ajudando todos os agricultores. O Sintrafar enquanto entidade representa toda agricultura familiar do município de Farroupilha, independente do agricultor ser sócio ou não da entidade”, ressaltou Márcio.

Sobre os últimos tempos, Ferrari comentou que Farroupilha sofreu, mas não tanto quanto nos últimos anos, com a estiagem. De acordo com ele, as lavouras de milho foram as mais atingidas, bem como também as pastagens para o gado de corte.

Sobre as próximas colheitas, Márcio ressaltou que agora é o tempo das frutas cítricas:

“Nós estamos a colheita da laranja e da bergamota, os cítrus, que é uma cultura que está surgindo, se desenvolvendo muito rapidamente aqui em Farroupilha e felizmente os produtores estão satisfeitos com a qualidade e a produtividade dos seus pomares. Isso nos satisfaz, poder dar continuidade para a agricultura familiar, nas pequenas propriedades”, disse o presidente.

Ferrari frisou ainda que o acordo de livre comércio, entre o Mercosul e a União Europeia preocupa na questão da uva e do vinho, já que o Brasil pode sofrer “uma enxurrada de vinhos europeus a custo muito baixo”, assim sendo a competição ficaria “desleal”.

Outra questão levantada foi a da dificuldade em contratar safristas para trabalhar nas colheitas da uva, pêssego, alho, cebola entre outros.

Outro apontamento feito pelo presidente reeleito foi a tecnificação para assim ter maios produtividade. O Sintrafar tem forte parceria com a Emater e a Secretaria Municipal de Agricultura, além de manter ações conjuntas com outros sindicatos da região.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp