Mais de 100 casas serão reconstruídas pelo Governo do Estado em Muçum

Terminam as vistorias na área urbana de Muçum para determinar a situação dos imóveis.

Publicado por
13:45 - 24/09/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
muçum

Uma plataforma de georreferenciamento mapeou todas as moradias da parte urbana do município.

As vistorias em 510 residências da área urbana de Muçum para avaliar o grau de comprometimento de cada imóvel, por causa dos danos causados pelas fortes chuvas no início de setembro, terminaram na sexta-feira (22). Elas foram realizadas por equipes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedur), em parceria com técnicos do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-RS), prefeituras e instituições de ensino superior. Os imóveis comerciais não entraram na avaliação.

Por meio de uma plataforma de georreferenciamento, todas as moradias da parte urbana da cidade foram mapeadas, vistoriadas e posteriormente identificadas com cores (verde, amarelo, laranja e vermelho). O objetivo da classificação é identificar áreas prioritárias de intervenção e direcionar os esforços de recuperação de maneira eficaz.

Do total de imóveis vistoriados, 289 foram classificados como habitáveis (verde); 90 atingidos e com necessidade de reforma antes de voltar a ser habitado (laranja); 12 considerados próximos a residências afetadas (amarelo); e 119 totalmente destruídos (vermelho).

As residências classificadas com amarelo poderiam ser habitáveis se avaliação levasse em conta apenas a condição delas, mas isso não é recomendável, pois estão em áreas de risco, muito próximas da encosta do rio que teve desmoronamento.

O mesmo processo ocorrerá nos 11 municípios em estado de calamidade pública (Arroio do Meio, Colinas, Cruzeiro do Sul, Encantado, Estrela, Lajeado, Muçum, Roca Sales, Santa Tereza, Taquari e Venâncio Aires).

Situação das moradias de Muçum:

  • verde – residências habitáveis (liberadas): 289
  • laranja – residências atingidas: 90
  • amarelo – residências adjacentes, que estão próximas das afetadas: 12
  • vermelho – residências destruídas: 119

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp