Polícia tem suspeito de homicídio de menino de 12 anos em Garibaldi

Câmeras de vigilância foram analisadas pelos investigadores.

Publicado por
16:17 - 01/03/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Arquivo/ Grupo RSCOM)

A Polícia Civil de Garibaldi, que está a frente da investigação do homicídio de Hendell Gabriel de Souza, de 12 anos, já identificou um possível suspeito do crime. O menino foi morto a tiros na noite de quarta-feira (28), por volta das 19h15min, na Rua Jacob Simonaggio, no bairro Cairú, em Garibaldi.

Leia também:
Menino de 12 anos morto a tiros em Garibaldi é identificado

Câmeras de vigilância nas proximidades foram inspecionadas, enquanto vizinhos e testemunhas foram ouvidos pelos investigadores. Na noite do crime, Hendell estaria sentado em um dos cômodos da residência quando foi surpreendido pelo criminoso armado, que invadiu a casa e efetuou os disparos. Pelo menos outros quatro familiares também estariam na residência no momento do crime.

O delegado Tiago Baldin, que responde pela Polícia Civil de Garibaldi na férias do titular Clóvis de Souza, confirma a identificação de um suspeito. Porém, detalhes não serão repassados para evitar interferências nas investigações. A polícia segue com diversas linhas de investigação, até mesmo com a possibilidade de Hendell ter sido morto por engano.

O crime

Na noite da quarta-feira (28), o município de Garibaldi registrou o terceiro homicídio de 2024. O fato chama ainda mais a atenção pela idade da vítima, 12 anos. O menino, morto após ser baleado dentro de casa, no bairro Cairú, foi identificado como Hendell Gabriel de Souza, natural de Porto Alegre. O crime aconteceu um pouco depois das 19h15, na Rua Jacob Simonaggio.

De acordo com informações da polícia, o adolescente estava no interior da residência quando um indivíduo adentrou no imóvel e efetuou vários disparos de arma de fogo contra o garoto. Os tiros atingiram principalmente a região do tórax e braço esquerdo. Hendell foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), sendo encaminhado para atendimento médico no Hospital São Pedro. Porém, não resistiu aos ferimentos.

No momento do crime, haviam outros jovens e familiares na residência. A polícia investiga o caso e não descarta nenhuma linha de investigação. Os Bombeiros Voluntários de Garibaldi e Brigada Militar também atenderam a ocorrência.

Local

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp