Inter vence o Corinthians na Neo Química Arena e alcança 9ª posição

Colorado joga bem e derrota rival paulista pela primeira vez na Neo Química Arena

Publicado por
20:35 - 02/12/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
INTER

Foto: Divulgação/Inter

Sem maiores pretensões no Brasileirão, o Inter tratou de presentear seu torcedor com uma boa atuação na noite deste sábado. Diante do Corinthians, o Colorado jogou bem e superou o rival paulista por 2 a 1 pela 37ª rodada em São Paulo. Foi a primeira vitória colorada na Neo Química Arena em nove anos.

No reencontro com o técnico Mano Menezes, o time de Eduardo Coudet impôs seu estilo e anotou dois gols com troca de passes. O primeiro foi de Maurício aos 35 do primeiro tempo. Na segunda etapa, foi a vez de Wanderson estufar as redes. O atacante Romero marcou o gol do Corinthians em erro de Renê. Aos 55, a estrela do goleiro Rochet brilhou em defesa importante em cabeçada à queima-roupa.

Na 9ª colocação, com 52 pontos e matematicamente na Sul-Americana, o Inter agora encerra a temporada contra o Botafogo na quarta-feira no estádio Beira-Rio.

Domínio

Sem Johnny, o Inter apostou na entrada de Bruno Henrique para controlar o meio de campo diante do Corinthians. A alternativa se mostrou certeira e o goleiro Sergio Rochet foi um espectador de luxo ao longo de todo o primeiro tempo.

O Colorado foi trocando passes e ganhando o meio de campo. Ainda que sem perigo, o time de Coudet era quem dominava as ações do confronto. O Corinthians, por sua vez, insistia na direita com o lateral Fagner, mas os cruzamentos paravam na bem postada defesa do Inter.

O gol colorado nasceu aos 35 minutos e em linda jogada. Trocando passes da defesa, a bola passou por Bruno Henrique, que encontrou Bustos na direita. O lateral tocou rasteiro para Mauricio finalizar de esquerda da entrada da área e vencer o goleiro Cássio.

Os paulistas sentiram a desvantagem e começaram a errar passes. Por um detalhe, o Inter não foi para o vestiário com uma vantagem ainda maior. Enner Valencia recuperou bola no meio de campo e avançou até a área. Ele rolou para Alan Patrick que chutou cruzado tirando tinta da trave de Cássio.

Susto e alívio

Na volta do intervalo, o jogo permanecia controlado pelo Inter até um erro do lateral Renê. Ele cedeu para a pressão de Matheus Araújo e perdeu a posse na esquina da área. A bola ficou com Moscardo que foi na linha de fundo e cruzou rasteiro para Romero empurrar ao gol vazio aos 13.

Após o empate, o Inter se reorganizou e quase passou à frente no placar mais uma vez rapidamente. Bustos finalizou em cima da defesa de esquerda. A retomada ofensiva rendeu frutos. Aos 20, Mauricio deu um toque de calcanhar para Bustos. O lateral cruzou, Valencia dividiu na área e sobrou para Wanderson recolocar o Colorado na frente do placar.

Aos 28, Coudet promoveu suas primeiras trocas: Campanharo e De Pena entraram nos lugares de Wanderson e Bruno Henrique. O Inter chegou ao terceiro gol aos 37 minutos. No entanto, Enner Valencia teve impedimento assinalado pelo assistente. O VAR checou e confirmou a condição.

Nos minutos finais, Coudet colocou Gabriel e Thauan Lara nos lugares de Alan Patrick e Aránguiz. As alterações naturalmente recuaram o time, que conseguiu suportar com alguns sustos a pressão final e confirmar mais uma vitória no Brasileirão. Em confusão com Gabriel Mercado, o zagueiro Lucas Veríssimo ainda foi expulso antes do apito final. Rochet apareceu para fazer enorme defesa em cabeceio cara a cara com o atacante Pedro.

Fonte: Correio do Povo

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp